Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Supremo

Ministros esvaziam poder de investigação do Ministério Público

22 JUN 12 - 09h:37agência brasil

Os ministros Cezar Peluso e Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), votaram hoje (21) a favor do esvaziamento dos poderes de investigação criminal do Ministério Público (MP). O julgamento foi suspenso após os dois votos, porque alguns ministros precisaram sair para participar da sessão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que começaria em seguida.

Caso a opinião de Peluso e Lewandowski prevaleça, somente a polícia poderá reunir provas contra suspeitos, o que segundo o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, seria “uma amputação” do Ministério Público. “Se este for o entendimento predominante, com todo o respeito devido, certamente teremos um Ministério Público apequenado e incapaz de cumprir suas atribuições”, disse o procurador.

Os ministros analisaram recurso de um ex-prefeito de Minas Gerais que foi investigado pelo Ministério Público local porque não pagou uma dívida municipal reconhecida pela Justiça, o que foi considerado crime de responsabilidade fiscal. Os advogados do prefeito acionaram o STF alegando que o Ministério Público extrapolou suas funções e atuou como polícia, o que consideram ilegal.

Para Cezar Peluso, relator do caso, as funções da polícia e do Ministério Público não devem se confundir. Ele defendeu que o MP deve conduzir o inquérito judicial – ou seja, classificar cada conduta comprovada pela polícia com o crime correspondente. Caso haja necessidade de novas investigações, Peluso entende que os procuradores devem pedir diretamente à polícia.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Disputar prefeitura da Capital <br> é unanimidade para democratas
EM CAMPO GRANDE

Disputar prefeitura é unanimidade para democratas

Delegado afastado é preso por furto de cocaína em DP
LEVARAM O PÓ

Delegado afastado é preso por furto de cocaína em DP

Escolas municipais participarão <br> de ranking de desempenho
DECRETO

Escolas municipais terão desempenho ranqueado

Baleado, jovem implora de joelhos para sogro não ser executado por motoqueiro
CAMPO GRANDE

Baleado, jovem implora para sogro não ser executado

Mais Lidas