Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

GOLPE NA ESTRUTURA

Ministro japonês confirma ter renunciado ao cargo

6 MAR 2011Por ESTADÃO11h:12

O ministro das Relações Exteriores do Japão, Seiji Maehara, anunciou hoje sua renúncia por ter aceitado uma doação política de um estrangeiro, o que é ilegal no país asiático.

Maehara, considerado um candidato a suceder o primeiro-ministro Naoto Kan, é o primeiro ministro a renunciar desde que Kan reformou seu gabinete, em janeiro. A decisão de Maehara é mais um golpe ao governo no momento em que a taxa de aprovação de Kan está abaixo de 20% devido a preocupações de que o governo não consegue lidar com problemas sérios que vão de economia sem brilho ao envelhecimento e encolhimento da população.

Depois que o Partido Democrata do Japão assumiu o poder, em setembro de 2009, o político de 48 anos trabalhou como ministro dos Transportes antes de assumir o cargo de ministro das Relações Exteriores, em setembro.

Na sexta-feira, Maehara admitiu ter recebido 50 mil ienes de um morador da Coreia do Sul em Kyoto que ele conhece desde criança, em uma violação de uma lei japonesa que proíbe contribuições de estrangeiros ou entidades de outros países para impedir que a política interna seja influenciada por poderes estrangeiros. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Leia Também