Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

ESTRAGOS DAS CHUVAS

Ministro da Integração e governador estão reunidos com prefeitos

11 MAR 2011Por ROSANA SIQUEIRA08h:34

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra e o governador André Puccinelli fizeram hoje pela manha sobrevoo no município de Aquidauana e região para verificar os estragos causados pela chuva no município. Eles retornaram há pouco à Capital e neste momento estão reunidos com prefeitos de municípios atingidos pelas enchentes em MS. Em seguida o ministro deve conceder entrevista coletiva à imprensa.

O ministro, à pedido da presidente Dilma veio verificar os estragos feitos pelas chuvas dos últimos dias e determinar medidas necessárias de auxílio às cidades. Somente no Estado seriam 67 mil desabrigados. 

Os municípios de Ribas do Rio Pardo, Rio Verde de Mato Grosso, Bandeirantes, Paranaíba, Dourados, Rio Brilhante, Sidrolândia, Maracaju e São Gabriel do Oeste vão decretar estado de emergência por causa das chuvas fortes que atingem o estado de Mato Grosso do Sul. O volume de água, o maior desde 1990 segundo a Defesa Civil, provocou enchentes de rios, destruiu pontes e afetou a lavoura das áreas rurais dos municípios.

Segundo o coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Ociel Ortiz Elias, o número de pessoas desabrigadas (perderam a casa), desalojadas (casa abandonada por causa da chuva) ou isoladas (por causa das cheias dos rios) já passa de 67 mil. Além dos nove municípios, já estavam em situação de emergência as cidades de Aquidauana (com 10,7 mil pessoas afetadas), Anastácio (4,1 mil pessoas), Dois Irmãos do Buriti (1,8 mil pessoas), Coxim (7 mil pessoas) e Miranda (75 pessoas). Essas cidades foram afetadas pelas enchentes dos rios Aquidauana, Taquari e Miranda que, em média, subiram 7,4 metros alagando parte das cidades.

Hoje foi publicado no Diário Oficial do Estado situação de emergência nos municípios afetados pela chuva, determinou o envio de alimentos, água e roupas e antecipou a entrega do benefício do Vale Renda em seis municípios.

Leia Também