Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Ministro anuncia R$ 20 milhões de socorro à Capital

19 MAR 10 - 04h:03
Campo Grande receberá R$ 20 milhões do governo federal para recuperar os estragos provocados pelo temporal do último dia 27 de fevereiro, especialmente na região da Avenida Ricardo Brandão e Rua Ceará. O anúncio foi feito ontem pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, que veio participar da abertura da 72ª Exposição Agropecuária (Expogrande) em substituição à ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. No início da tarde a ministra comunicou ao senador Delcídio do Amaral (PT) que não poderia vir a Campo Grande por problema de saúde da mãe dela, Dilma Jane. A verba, a fundo perdido, não precisará ser paga pela prefeitura ao governo federal e corresponde a 62% dos R$ 32 milhões que o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) e a bancada federal reivindicaram em Brasília há duas semanas. Já está sendo preparada uma medida provisória para suplementar o orçamento do Ministério da Integração Regional na rubrica destinada a socorrer situações de emergência e calamidade pública. Segundo Paulo Bernardo, foram os técnicos da Coordenadoria Nacional de Defesa Civil que decidiram o valor do socorro financeiro à Capital. Eles determinaram e os técnicos da prefeitura tiveram de excluir do orçamento inicial obras de prevenção e controle de enchentes na região do Jardim dos Estados, como a construção de um piscinão. “O entendimento deles é que projetos desta natureza não podem ser caracterizados como típicos de uma situação de calamidade pública. Você faz prevenção antes da calamidade, não depois”, explicou o ministro. Ele admitiu a possibilidade de mais recursos serem liberados para Campo Grande através de outras dotações. Antes de participar da solenidade de abertura da Expogrande, o ministro acompanhado do governador André Puccinelli e do prefeito Nelsinho Trad, visitou as obras do projeto Imbirussu-Serradinho, que têm recursos do Fonplata e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Elevadores falham no Regional e SES fará auditoria para descobrir responsável
VEJA O VÍDEO

Elevadores falham no Regional e SES fará auditoria para descobrir responsável

Criança adotada em MS é torturada pelos pais no Paraná
ESTADO GRAVE

Criança adotada em MS é torturada pelos pais no Paraná

STF: candidatura avulsa pode ser votada no 1º semestre, diz Barroso
BRASIL

STF: candidatura avulsa pode ser votada no 1º semestre, diz Barroso

Justiça mantém investigação da PF sobre propina no Detran
OPERAÇÃO LAMA ASFÁLTICA

Justiça mantém investigação da PF sobre propina no Detran

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião