Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Ministério libera R$ 71 milhões em emendas para MS

26 JAN 10 - 07h:22MARCO EUSÉBIO
O Ministério da Integração Nacional liberou R$ 71 milhões para obras em 55 municípios de Mato Grosso do Sul através de emendas empenhadas no Orçamento da União de 2009. Para acelerar o início das obras antes do período em que a legislação eleitoral proíbe o repasse de recursos federais para novos empreendimentos, o secretário de Desenvolvimento do Centro- Oeste, Carlos Henrique Menezes Sobral, esteve ontem em Campo Grande acompanhado do diretor nacional da Secretaria, Frederico Valente, para assi nar três convên ios com o Governo do Estado, que somam R$ 11 milhões, e outros 95 convênios com 55 prefeituras. A solenidade de assinatura dos convênios ocorreu na sede da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul). Além dos prefeitos, estiveram presentes os senadores Valter Pereira (PMDB) e Marisa Serrano (PSDB) e os deputados federais Dagoberto Nogueira (PDT), Antônio Carlos Biffi, Vander Loubet (ambos do PT); Waldemir Moka, Nelson Trad e Geraldo Resende (PMDB). Coordenador da bancada, Moka abriu o encontro frisando, entretanto, que o resultado do repasse era de uma atuação coletiva de toda a bancada. A visita do representante do Ministério da Integração Nacional foi sugerida por Frederico Valente e para evitar que cada prefeito tivesse de ir a Brasília assinar os convênios e agilizar o prazo para licitação e iniciar as obras antes de abril, para não haver impedimento da lei eleitoral. “Até abril tem de ter 20% da obra construída, para não haver impedimento da liberação do restante dos recursos”, explicou.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ESCLARECIMENTOS

Bolsonaro justifica ao STF falas sobre Dilma e Santa Cruz

Fala sobre Dilma foi genérica, segundo o presidente
BASQUETE

Brasil volta a vencer a China em amistoso antes do Mundial

Estreia na Copa do Mundo está marcada para 1º de setembro
NO TWITTER

Ministro critica Macron: 'calhorda' oportunista buscando apoio do lobby agrícola

Weintraub disse que os franceses estão enfrentando mesmas ameaças que brasileiros
SEM REPRESENTANTES

Brasileiros perdem e ficam fora das primeiras finais no Mundial de Judô

País ainda terá mais 16 atletas na competição em Tóquio

Mais Lidas