Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Alimentação

Ministério da Saúde divulga alimentos inimigos do coração

6 MAR 11 - 12h:00Yahoo

Segundo pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde, os brasileiros têm consumido mais alimentos com alto teor de gordura e açúcar que há alguns anos atrás. Em 2009, 33% população com mais de 18 anos comeu carnes com excesso de gordura. Refrigerantes e sucos artificiais foram consumidos por 76% dos adultos, pelo menos uma vez por semana, ou por 27,9% deles, cinco vezes por semana ou mais. O leite integral, o tipo mais gorduroso, chegou a ser consumido cinco vezes por semana por 58,4% dos brasileiros, um aumento de quase dois pontos percentuais em três anos.

A constatação serve de alerta para o coração, pois a maioria das gorduras de origem animal é saturada, responsável por aumentar os níveis de colesterol ruim no sangue. Este colesterol, o LDL, tende a se acumular nas artérias, facilitando a formação de placas e o endurecimento das paredes destas vias sanguíneas, o que chamamos de arteriosclerose. Se não for possível passar longe das tentações da carne vermelha, tente reduzir quantidades e a frequência com que as consome.


Em contrapartida, peixes e a maioria dos óleos vegetais contêm grandes quantidades de ácidos graxos insaturados e poli-insaturados. Estas são as gorduras que reconhecidamente aumentam os níveis do colesterol bom no sangue, o HDL. Os óleos de coco, de dendê e de chocolate, embora sejam produtos vegetais, contêm maiores quantidades de ácidos graxos saturados.

Outro alerta de perigo nos momentos de gula são os produtos industrializados. Salgadinhos, batatas fritas, biscoitos recheados, bolachas e congelados são ricos em gordura trans. Ela é sintetizada durante o processo de hidrogenação dos óleos vegetais, que os converte de líquidos em sólidos. A gordura trans também promove a diminuição do HDL e aumento do LDL e triglicérides.

Doces também têm sua fatia de vilania contra o coração. De acordo com a nutricionista Fernanda Reis de Azevedo, do Instituto do Coração (Incor) de São Paulo, a hiperglicemia (taxa elevada de glicose no sangue) também contribui para que as paredes vasculares sejam agredidas e acabem formando placas.

Alimentos ricos em fibras (frutas, verduras, legumes, cereais integrais e grãos) são digeridos mais lentamente, produzindo sensação de saciedade mais duradoura, melhorando o funcionamento do intestino e reduzindo a absorção de colesterol.

Produtos à base de soja (grãos, farinha de soja, leite de soja, tofu, missô) também podem contribuir para a diminuição do colesterol ruim. Alimentos ricos em flavonoides (suco de uva, morango, cereja, amora, jabuticaba, berinjela e chá verde) podem ajudar na saúde cardiovascular.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Governo torna sem efeito promulgação da Reforma da Previdência Estadual
ERRO

Governo torna sem efeito promulgação da Reforma da Previdência Estadual

"Profundo desrespeito às religiões cristãs", diz OAB sobre especial de Natal da Netflix
PORTA DOS FUNDOS

"Desrespeito às religiões cristãs", diz OAB sobre especial de Natal da Netflix

Comitê da Câmara aprova impeachment de Trump
PRESIDENTE DOS EUA

Comitê da Câmara aprova impeachment de Trump

Suspensão de operação da Viação São Luiz é prorrogada em quatro rotas
TRANSPORTE INTERMUNICIPAL

Suspensão de operação da Viação São Luiz é prorrogada em quatro rotas

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião