Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COLISÃO

Militar de Dourados morre em rodovia de São Paulo

Militar de Dourados morre em rodovia de São Paulo
04/03/2011 00:00 - Dourados News com informações do Diário de Marília


Uma violenta colisão frontal na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), ontem, entre uma caminhonete com placas de Lençóis Paulista e um sedan de Dourados, que era conduzido por Renato Barbosa da Silva, de 61 anos, acompanhado por Wagner Soares Palácio, morador em Ponta Porã, resultou na morte de ambos na hora. Outras duas pessoas ficaram em estado grave. Chovia muito no momento do acidente, que aconteceu entre as cidades de Pompeia e Paulópolis.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a Toyota Hilux, que transportava um barco de pesca em carreta, seguia sentido Marília quando colidiu com o Ford Focus que vinha na via oposta. O impacto foi tão forte que os dois veículos foram parar no acostamento, próximos a um barranco.

Motorista e passageiro da caminhonete foram socorridos com ferimentos graves ao Pronto-Socorro de Pompeia. A violência da batida foi amenizada graças ao air bag. Suas identidades não foram reveladas.

Renato era conhecido como Cabo Renato e trabalhou em Mato Grosso do Sul como policial do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e da Polícia Rodoviária Estadual, o corpo de Renato será velado no Memorial Pax Primavera em Dourados, e de Wagner está sendo transladado para a cidade de Ponta Porã.  

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...