Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 12 de dezembro de 2018

Primeira-Dama

Michelle Obama fala a estudantes brasileiros

19 MAR 2011Por G112h:15

A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, chegou às 11h35 deste sábado (19) no restaurante Oca da Tribo, em Brasília, junto com as filhas Sasha e Malia, para assistir às apresentações do grupo de capoeira Raízes do Brasil e do grupo de percussão Batalá, formado somente por mulheres.

As apresentações fazem parte da agenda cultural organizada pela Embaixada dos Estados Unidos para a visita da primeira-dama ao Brasil. Segundo a assessoria da Embaixada dos Estados Unidos, o objetivo da atividade é mostrar a Michelle Obama um pouco da cultura brasileira, por meio da dança e da música.

O serviço secreto norte-americano montou um forte esquema de segurança para a visita. Três horas antes do início do evento, o local foi esvaziado para que os agentes pudessem rastrear qualquer tipo de ameaça. A Polícia Federal auxiliou na varredura, com cães e homens do esquadrão antibombas do Batalhão de Operações Especiais.

Todos os convidados e jornalistas que participam do evento tiveram que passar por uma revista com detector de metais. Do lado de fora, policiais militares fazem a segurança e a vigilância dos pontos de acesso ao local.

Encontro
Além da agenda cultural, Michelle Obama receberá 70 alunos do Centro Interescolar de Línguas (CIL), escola de idiomas para alunos da rede pública de ensino de Brasília. A primeira-dama receberá também alunos que já participaram do programa Jovens Embaixadores, promovido pela Embaixada dos Estados Unidos no Brasil.

Todos os anos, a Embaixada dos Estados Unidos seleciona jovens de baixa renda para passar três semanas nos Estados Unidos, hospedados em casas de famílias americanas, assistindo aulas em escolas de ensino médio americanas e fazendo apresentações sobre o Brasil para os colegas norte-americanos.

Jovens que participaram das últimas edições do programa estão na Oca da Tribo. Um dos jovens embaixadores, Icaro Nepomuceno, 19, foi recebido por Michelle Obama em janeiro do ano passado na Casa Branca. A primeira-dama disse que gostaria de revê-lo quando viesse ao Brasil. Estudante de jornalismo, ele mora em Manaus e veio a Brasília para rever a primeira-dama.

“Estive em junho de 2010 em Washington. Foi muito bom, principalmente por conhecer a Casa Branca e ser recebido pela primeira-dama”, disse. “Ela é uma pessoa simples e gentil. Ela falou da felicidade de estar recebendo um grupo de brasileiros”. Segundo Nepomuceno, o seu grupo foi o primeiro a ser recebido por Michelle Obama na Casa Branca.

“Ela nos cativou com a sua simplicidade”, disse Nepomuceno. Ele afirmou que Michelle foi bastante informal, quebrou o protocolo e abraçou os estudantes brasileiros. “Nós a abraçamos no primeiro encontro. Um amigo perguntou se poderíamos abraçá-la e ela disse que sim. Espero que eu possa dar outro abraço nela”.

Nepomuceno disse que, caso tenha oportunidade, perguntará a Michelle Obama de que maneira os Estados Unidos podem ajudar na preservação da floresta amazônica.

Discurso
O discurso de abertura do evento será feito pela estudante de Relações Internacionais Raquel Helen Santos, 20. Moradora de Belo Horizonte, ela participou do programa Jovens Embaixadores em 2008 e foi escolhida pela Embaixada dos Estados Unidos para discursar antes da primeira-dama.

“Vou falar da minha experiência no programa Jovens Embaixadores e em seguida vou chamar a primeira-dama, Michelle Obama, para discursar”, disse Helen Santos.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também