Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

REAL X BARCELONA

Messi lidera Barça em jogo decisivo

3 MAI 2011Por g112h:45

Cerca de 95 mil pessoas irão ao Camp Nou nesta terça-feira com uma esperança: ver mais um show de Lionel Messi. Autor dos dois gols da vitória do Barcelona sobre o Real Madrid na última quarta, o craque argentino se especializou em quebrar recordes e é o principal responsável por ter deixado o time de Pep Guardiola bem perto da final da Liga dos Campeões.

Com o resultado no Santiago Bernabéu, o Barça pode até perder por um gol de diferença que se garante na decisão do dia 28 em Wembley contra o vencedor do confronto entre Manchester United e Schalke, que se enfrentam na quarta (na ida, os ingleses fizeram 2 a 0). A partida decisiva entre Barcelona e Real Madrid começa às 15h45m (de Brasília) ao vivo na TV Globo e no GLOBOESPORTE.COM, que inicia a transmissão a partir das 15h, com apresentação de Alex Escobar.

Se repetir o feito do Bernabéu nesta terça, quando se tornou o terceiro maior artilheiro da história do clube catalão ao marcar duas vezes, Messi chegará a 100 gols no Camp Nou. No total pelo Barça, o argentino soma 179 – com apenas 23 anos –, atrás de César (235) e Kubala (196) (contando amistosos, o recordista é o filipino Paulino Alcântara, que balançou as redes impressionantes 357 vezes em 357 partidas entre 1912 e 1927).

Só nesta temporada, Messi marcou 52 gols em 51 partidas, um recorde entre jogadores de times espanhóis. O camisa 10 é o artilheiro do Espanhol (31) e da Champions (11) e também da Copa do Rei (7), ao lado de Cristiano Ronaldo. O maior goleador de uma edição da Liga dos Campeões é o holandês Rudd van Nistelrooy, que fez 12 em 2002/2003. Outra marca que o argentino pode bater se for à final deste ano é o recorde do brasileiro Jardel. Em 2001/2002, o ex-gremista marcou 55 vezes pelo Sporting e se fixou como maior artilheiro de uma temporada na Europa.

– Com apenas 23 anos já é o terceiro maior artilheiro de um clube centenário. Isso quer dizer algo. É uma situação para refletirmos. Ele tem 52 gols em 50 jogos... É uma barbaridade – disse Guardiola, após a vitória no Bernabéu, antes de colocar o argentino para enfrentar o Real Sociedad no último sábado.

O show de Messi em Madri, com direito a gol de placa para fechar o placar, fez o futebol voltar a ser o assunto principal da semifinal. Antes do jogo, Mourinho e Guardiola trocaram acusações pelos microfones e deixaram o clima tenso para o clássico. Tão tenso que o jogo no Bernabéu foi marcado por discussões e o cartão vermelho de Pepe, antes de o argentino decidir a partida.

O árbitro alemão Wolfgang Stark apitou o final do confronto, mas a partida não acabou. Mourinho, que foi expulso por reclamar da punição a Pepe, usou a imprensa para acusar o Barça de ser favorecido pela Uefa. Os clubes então passaram a brigar entre advogados: o time catalão entrou com uma ação contra o Real e Mourinho pelas declarações, enquanto o Real entrou com uma ação contra o Barcelona e seus jogadores por atitudes antiesportivas, como a suspeita de racismo de Busquets contra Marcelo. Nenhum processo foi levado adiante pela Uefa.

Assim, o português não poderá dirigir o Real do banco e nem fazer contato com o auxiliar Aitor Karanka, que ficará à beira do gramado. Sergio Ramos e Pepe, suspensos, são os desfalques. Criticado pelo esquema defensivo em casa, Mourinho deverá escalar Benzema ou Adebayor no ataque ao lado de Cristiano Ronaldo e Di Maria, com Özil um pouco mais recuado. Marcelo será titular, mas Kaká ficará novamente na reserva.

Leia Também