Segunda, 11 de Dezembro de 2017

JANEIRO

Mesmo com IPI maior, venda de veículos cresce

29 JAN 2014Por terra00h:00

A venda de veículos no Brasil caiu 23,4% em janeiro até o último dia 27, na comparação com o mesmo período de dezembro passado, segundo dados da Fenabrave divulgados pelo diretor de assuntos corporativos da Ford, Rogelio Golfarb. No entanto, em relação a janeiro de 2013, há um crescimento de 2%, mesmo com o acréscimo no Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) que ocorreu na virada do ano. Foram 259,11 unidades até a segunda-feira, ante 254.148 no mesmo período do ano passado e 338.473 nos 27 primeiros dias de dezembro. Conforme o executivo, o começo de 2013 foi "forte", por isso, o resultado é digno de uma comemoração momentânea.

"Até o fim do mês é possível que caia um pouco ainda. Mas isso (um mês positivo em relação a 2013) é uma boa notícia para a indústria. O resultado é derivado de estoques altos das montadoras e da busca dos consumidores por carros com IPI reduzido. Logo no começo do mês, vimos diversos feirões e descontos para diminuir os estoques", afirmou Golfarb. Como esses dois efeitos são sazonais, o executivo da Ford não espera que as vendas se mantenham no "azul" ao longo do ano. "Vamos observar atentamente o primeito trimestre, mas este mês está contaminado", disse.

Caminhões

O desempenho do segmento de caminhões foi o pior em janeiro, com queda de 38% nas vendas ante dezembro e 12% ante janeiro de 2013. Segundo Golfarb, a queda drástica ocorreu por causa de problemas nas linhas de financiamento do governo, mas o problema já está solucionado e o setor deve se recuperar nos próximos meses.

Leia Também