Mesmo com derrota, Joel prevê futuro brilhante para o Flamengo

Mesmo com derrota, Joel prevê futuro brilhante para o Flamengo
09/07/2012 06:00 - terra


A derrota do Flamengo no clássico contra o Fluminense foi lamentada por Joel Santana, mas o treinador do rubro-negro disse ter ficado satisfeito com a postura do time na partida, e exaltou os jogadores jovens, como Adryan e Mattheus, que entraram no decorrer do jogo. Para Joel, a partida mostrou que a nova geração do Flamengo terá um futuro "brilhante" pela frente.

"Esse resultado não agrada ninguém, mas o que vi hoje nos dá esperança muito grande para o futuro. O Luis Antônio teve uma atuação excelente, os dois que entraram mostraram personalidade. Isso é que nós queremos para o futuro", afirmou o treinador, em entrevista coletiva.

"Temos grandes virtudes para melhorar. Temos uma semente que está sendo plantada na Gávea, com jogadores que entram num jogo desses e correspondem. Sabíamos que temos garotos com talento, mas não sabíamos como iriam corresponder. Entraram driblando e procurando jogo. Nosso futuro será brilhante, não tenho dúvidas disso", acrescentou.

O comportamento do Flamengo durante a partida mostrou que a equipe está com identidade, exaltou Joel. Para ele, a atuação indica que o time ainda vai poder brigar pelas primeiras posições durante o campeonato.

"Hoje eu sinto que equipe teve acima de tudo personalidade. O Fluminense era favorito, e o Flamengo conseguiu equilibrar o jogo, com essa garotada em campo. O resultado desagrada, mas a esperança que temos é grande", observou.

O Flamengo teve a supremacia das ações durante o jogo. Joel lembrou que isso, muitas vezes, não é suficiente para garantir a vitória. O treinador exaltou a equipe do Fluminense, que na visão dele é muito forte do meio para frente, misturando experiência, talento e qualidade.

"A equipe que joga com eles tem que saber respeitar, e nós fizemos isso. Faltou o gol, e competência de defender o gol. Futebol é assim, às vezes tem dados que mostram supremacia, mas uma equipe que chuta menos acaba ganhando. Nossa supremacia foi clara, foi muito grande".

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".