Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

Mesmo com derrota, Joel prevê futuro brilhante para o Flamengo

9 JUL 2012Por terra06h:00

A derrota do Flamengo no clássico contra o Fluminense foi lamentada por Joel Santana, mas o treinador do rubro-negro disse ter ficado satisfeito com a postura do time na partida, e exaltou os jogadores jovens, como Adryan e Mattheus, que entraram no decorrer do jogo. Para Joel, a partida mostrou que a nova geração do Flamengo terá um futuro "brilhante" pela frente.

"Esse resultado não agrada ninguém, mas o que vi hoje nos dá esperança muito grande para o futuro. O Luis Antônio teve uma atuação excelente, os dois que entraram mostraram personalidade. Isso é que nós queremos para o futuro", afirmou o treinador, em entrevista coletiva.

"Temos grandes virtudes para melhorar. Temos uma semente que está sendo plantada na Gávea, com jogadores que entram num jogo desses e correspondem. Sabíamos que temos garotos com talento, mas não sabíamos como iriam corresponder. Entraram driblando e procurando jogo. Nosso futuro será brilhante, não tenho dúvidas disso", acrescentou.

O comportamento do Flamengo durante a partida mostrou que a equipe está com identidade, exaltou Joel. Para ele, a atuação indica que o time ainda vai poder brigar pelas primeiras posições durante o campeonato.

"Hoje eu sinto que equipe teve acima de tudo personalidade. O Fluminense era favorito, e o Flamengo conseguiu equilibrar o jogo, com essa garotada em campo. O resultado desagrada, mas a esperança que temos é grande", observou.

O Flamengo teve a supremacia das ações durante o jogo. Joel lembrou que isso, muitas vezes, não é suficiente para garantir a vitória. O treinador exaltou a equipe do Fluminense, que na visão dele é muito forte do meio para frente, misturando experiência, talento e qualidade.

"A equipe que joga com eles tem que saber respeitar, e nós fizemos isso. Faltou o gol, e competência de defender o gol. Futebol é assim, às vezes tem dados que mostram supremacia, mas uma equipe que chuta menos acaba ganhando. Nossa supremacia foi clara, foi muito grande".

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também