Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 19 de outubro de 2018

Mercado eleva previsão de inflação a 5,18% para o ano

6 ABR 2010Por 21h:21

São Paulo

 

O mercado voltou a elevar as projeções para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2010 subiram de 5,16% para 5,18% na pesquisa Focus divulgada ontem. Esta é a 11ª semana consecutiva de alta da mediana das estimativas do mercado para a inflação deste ano. Há um mês, a previsão para o IPCA de 2010 era de 4,99%.

Para o IPCA do próximo ano, o grupo dos analistas consultados semanalmente pelo Banco Central (BC) também espera elevação, de 4,70% para 4,74%. Há quatro semanas, a mediana para este indicador estava em 4,50%.

No caso da projeção suavizada para o IPCA de 12 meses à frente, houve um leve recuo em relação à semana passada, passando de 4,64% para 4,63%. Mesmo assim, a estimativa está mais elevada hoje do que era há quatro semanas, 4,49%. Já em relação à lista das instituições Top 5 para o IPCA no médio prazo, as estimativas mantiveram-se em 5,17% para 2010 e voltaram a subir (de 4,65% para 4,70%) para 2011.

Em relação à inflação de março, que será divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Ibge) na próxima quinta-feira, a mediana das projeções do mercado é de uma taxa de 0,49%, levemente mais alta do que a prevista na semana passada pelo mesmo conjunto de analistas, de 0,48%. Para abril, os profissionais aguardam variação de 0,40%, a mesma taxa apontada na semana anterior.

Selic

O mercado financeiro fez raríssimas alterações em relação ao comportamento da taxa básica de juros no curto e no longo prazos, de acordo com a pesquisa semanal Focus.

A Selic para o final de abril, por exemplo, permanece em 9,25% ao ano, o que embute a perspectiva de uma elevação de 0,50 ponto porcentual na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) deste mês. Esta projeção já estava nos cálculos dos analistas há um mês.

As estimativas do mercado para a Selic ao final de 2010 e 2011 também não sofreram alterações em relação à semana passada. Ficaram, respectivamente, em 11,25% ao ano e 11,00% ao ano. Já a expectativa para a Selic média de 2010 passou por leve retração, de 10,09% para 10,06% ao ano, enquanto a taxa média para 2011 permaneceu em 11,20%.

 

PIB

A estimativa para o desempenho da economia brasileira em 2010 apresentou leve melhora na pesquisa semanal Focus. No levantamento realizado junto a instituições financeiras, a previsão para o Produto Interno Bruto (PIB) neste ano passou de um avanço de 5,51% para um crescimento de 5,52%. Para 2011, a previsão para o PIB foi mantida em um crescimento de 4,50%.

No mesmo levantamento, a estimativa para a produção industrial em 2010 subiu de 8,95% para 9%. Para 2011, a projeção para o desempenho da indústria permaneceu em alta de 5,00%.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também