Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CONGRESSO NACIONAL

Mensagem de Dilma abre trabalhos

3 FEV 14 - 00h:00AGÊNCIA SENADO

Em sessão solene prevista para as 16h de hoje (3), o Congresso deverá receber a mensagem presidencial do último ano de governo da presidente Dilma Rousseff. Como acontece tradicionalmente, o texto deverá ser trazido pelo chefe da Casa Civil - agora, Aloizio Mercadante, que assumirá o cargo mais cedo, no mesmo dia.

Mercadante deverá subir a rampa do Congresso portando um documento que resume os esforços feitos para desenvolver o país pela primeira mulher a chegar à Presidência da República.

Na mensagem, Dilma deve expor a situação do país, explicar por que o crescimento econômico tem sido lento e solicitar a aprovação das iniciativas legislativas que ela considera fundamentais neste ano.

A cerimônia desta segunda-feira cumpre historicamente um roteiro em que o chefe da Casa Civil chega ao Legislativo 20 minutos antes da sessão solene, onde estarão deputados e senadores, representantes do Executivo e do Judiciário, além de embaixadores dos Estados estrangeiros com representação diplomática em Brasília.

A tradição manda que a cerimônia comece com a chegada do presidente do Senado, Renan Calheiros, que reverencia a Bandeira Nacional, passa a tropa em revista e ouve o Hino Nacional. O roteiro inclui uma saudação de 21 tiros de canhão, honra oferecida aos chefes dos poderes desde o advento da República brasileira. Em seguida, o presidente do Senado sobe a rampa, sendo recebido pelos presidentes da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves, e do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa; pelo chefe da Casa Civil; e pelos líderes partidários. Dirigem-se todos então ao Plenário da Câmara.

Ali será anunciada a abertura da 4ª sessão legislativa da 54ª legislatura, para em seguida ser entregue a mensagem presidencial enviada por Dilma Rousseff. O primeiro-secretário da Câmara, deputado Marcio Bittar (PSDB-AC), lerá o texto. Na sequência, discursará o presidente do STF, também fazendo uma síntese das realizações do Judiciário no ano anterior. Por fim, falará o presidente do Senado, a quem cabe presidir as sessões do Congresso Nacional, encerrando a sessão.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Com novos saques, aplicativo do FGTS lidera ranking em loja virtual
ANDROID

Com novos saques, aplicativo do FGTS lidera ranking em loja virtual

BRASIL

Sérgio Moro visitou Bolsonaro no hospital neste domingo

EM REPOUSO

Bolsonaro lista no Twitter medidas do governo dos últimos dias

Presidente recebeu no domingo visita do ministro Sergio Moro
SAÚDE

Número de cirurgias bariátricas aumenta 84,73% em sete anos

Estimativa é 13,6 milhões de brasileiros precisem do procedimento

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião