Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

domingo, 17 de fevereiro de 2019 - 14h56min

Menores podem ser levados para o interior

22 JUL 10 - 07h:36
karine cortez

A Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) cumprirá a determinação judicial de interditar a Unidade Educacional de Internação (Unei) Dom Bosco, em Campo Grande, e pode encaminhar os 67 adolescentes que cumprem medida socioeducativa para algumas unidades da Capital e do interior do Estado. A informação foi repassada ontem pelo superintendente de Medidas Socieducativas da Sejusp, coronel Hilton Vilassanti Romero. “Já estamos procurando vaga para eles aqui em Campo Grande e os que sobrarem vamos ter que alojá-los em unidades do interior do Estado”, enfatizou.
Mas a possibilidade de transferência para o interior já está causando polêmica. Isso porque o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) estabelece, em seu artigo 124, inciso VI, que todo adolescente privado de liberdade “tem o direito de permanecer internado na mesma localidade ou naquela mais próxima ao domicílio de seus pais ou responsáveis”.
Ontem, os jovens já ameaçavam se rebelar caso tenham que deixar a cidade. “A gente quer é saber para onde vamos. As nossas mães não têm como ir visitar a gente fora daqui de Campo Grande, não vamos sair da cidade”, ameaçou um dos internos da Unei.
Em decisão publicada ontem no Diário da Justiça do Estado, o juiz da Infância e da Juventude da Capital, Danilo Burin, determinou que a Unei Dom Bosco, situada na saída para Três Lagoas, seja interditada e que, no prazo de 10 dias, todos os internos sejam retirados de lá.
De acordo com a Portaria Número 01/10, as péssimas condições das estruturas do local, onde são internadas crianças e adolescentes em conflito com a lei, motivaram a decisão.
“Eu cansei de esperar resposta do Governo do Estado para as nossas reivindicações”, disse o juiz.

Problemas
Em novembro do ano passado, uma rebelião motivou os primeiros pedidos de interdição das Unidades de Internação de Campo Grande. A Unei Novo Caminho, situada no Bairro Los Angeles, por exemplo, foi reformada por determinação judicial.
Em abril deste ano, outra rebelião na Unei Dom Bosco trouxe novamente à tona os problemas. Na ocasião, seis internos fugiram. A unidade estava superlotada, já que os adolescentes da Unei Novo Caminho, ainda em reforma, foram transferidos para lá.
Os agentes responsáveis pelas medidas socioeducativas denunciaram superlotação e péssimas condições tanto para servidores quanto para os internos.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Nenhum candidato se atrasa para concurso de Magistério
PROVA

Nenhum candidato se atrasa para concurso de Magistério

Deputados temem estoque
IMPORTAÇÃO

Deputados temem estoque "monstruoso" de leite da UE

Operação da PM aborda 117 pessoas   e apreende drogas durante a noite
OPERAÇÃO SATURAÇÃO

PM aborda 117 pessoas e apreende drogas

Anta é fotografada de madrugada   ao cruzar rua de shopping
SHOPPING

Anta é fotografada
ao cruzar rua movimentada

Mais Lidas