Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

portador de câncer

Menino recebe implante de perna ao contrário nos EUA

12 MAI 2011Por r701h:00

Aos dez anos de idade, o americano Dugan Smith mancava muito. Em um acidente, ele quebrou a perna direita e descobriu ser portador de câncer. A doença foi diagnosticada no osso de sua coxa.

O jovem, apaixonado por beisebol, foi submetido a um único e raro tipo de tratamento capaz de evitar a amputação de sua perna e fazer com que o órgão pudesse continuar crescendo.

Em vez de usar uma prótese completa ou um osso artificial, os médicos fizeram um corte na parte do meio da perna, giraram a parte inferior em 180º e reconectaram os vasos sanguíneos à parte de cima do órgão.

O procedimento, chamado Van Ness Rotation-Plasty, foi feito pelo médico Joel Mayerson, do Hospital James Cancer, no Estado americano de Ohio.

Segundo a Sociedade Americana do Câncer, apenas cerca de 400 crianças sofrem de câncer de osso por ano. Por isso, o procedimento feito em Smith é considerado raro.

Apesar dos riscos envolvidos nessa cirurgia, o garoto contou à rede de TV americana FOX que permaneceu otimista e calmo durante toda a etapa de recuperação.

- Eu não sabia se seria capaz de correr novamente. Eu não sabia se [a cirurgia] iria funcionar, então havia uma centena de coisas passando pela minha mente e eu apenas tentei pensar de maneira positiva.

Smith usa uma prótese apenas para se movimentar porque uma perna ficou menor que a outra, mas isso não o impede de praticar seu esporte favorito. Ele já voltou a treinar beisebol na equipe cujo treinador é seu próprio pai, Dustin Smith, que disse tratar o garoto como qualquer outro.

- [...] Eu quero que ele seja tratado como qualquer outro garoto jogando beisebol.

O menino ainda sonha em se tornar um jogador da liga oficial americana de beisebol. A única diferença, segundo Dugan, é que ele será o primeiro a ter uma prótese na perna.

- Só porque você tem uma prótese na perna não significa que você não pode fazer isso, então eu entro em campo e faço.

Leia Também