Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

TRÊS LAGOAS

Menina com luxação morre em hospital

5 JAN 2011Por Rose Rodrigues, de Três Lagoas10h:49

Um criança de 10 anos morreu nesta terça-feira depois de ser atendida com luxação no tornozelo, no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em Três Lagoas.
A menina estava morando no Abrigo Poço de Jacó, entidade que cuida de crianças vítimas de violência ou abandono, na cidade. Segundo informações que constam no depoimento da  psicóloga que atende no abrigo, M.V.F.N,  29 anos, que  registrou a ocorrência na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (DEPAC), na  terça-feira, ela procurou atendimento para a criança no “Postão”, como é chamado a unidade de Pronto Atendimento Básico (PAB). De lá, depois de ser atendida, a criança foi encaminhada para o Hospital Auxiliadora, para receber atendimento ortopédico e gesso.

Porém, segundo ela, no Hospital não havia nenhum médico ortopedista  de plantão e a previsão informada na portaria é de que o médico iria demorar muito para começar a atender. A  psicóloga decidiu levar a criança até o abrigo para que pudesse se alimentar. Logo após a refeição, segundo informou,  a menina foi levada novamente ao Hospital, onde foi encaminhada ao setor de Raio X.

Porém, a criança começou a ter inchaço na perna e dificuldades para respirar, sendo encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde foi atendida pelo pediatra Cézar Augusto Gonçalves, que comunicou a morte da menor  algumas horas depois.

 

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil que já instaurou um inquérito policial.

Também já foi realizado o exame necroscópico pelo Instituto de Medicina e Odontologia Legal (IMOL) de Três Lagoas, que deve ser concluindo ainda hoje.

 

A Fundação Abrigo Poço de Jacó atende crianças em situação de risco, que sofreram maus tratos em casa, vindas de lares desfeitos, pais e mães viciados, presos, violentos, com o poder familiar suspenso, ou ainda, órfãos ou abandonados. O Abrigo, com capacidade para atender até 50 crianças é uma fundação mantida com doações fixas e variáveis e pela Prefeitura de Três Lagoas. 

 

 

Leia Também