Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

Medvedev elogia Obama e lamenta demora na modernização russa

24 DEZ 2010Por estaDÃO12h:56

O presidente russo, Dmitry Medvedev, elogiou na sexta-feira seu colega norte-americano, Barack Obama, por ter conseguido a aprovação pelo Senado dos EUA de um novo tratado de desarmamento nuclear, e ao mesmo tempo lamentou a demora em seus próprios esforços para modernizar a Rússia. 

Na tradicional entrevista de fim de ano aos três principais canais de TV do país, Medvedev afirmou que o cumprimento da sua ambiciosa agenda de reformas irá demorar, mas não deu sinais de que buscará um novo mandato em 2012. 

As declarações dele sugerem que o Parlamento russo irá seguir o exemplo dos EUA e ratificar o tratado de desarmamento Start 2, que foi aprovado no Senado apesar de críticas de parte da bancada republicana. Nesta sexta-feira, parlamentares russos deram uma aprovação preliminar ao acordo. 

"Em circunstâncias bastante difíceis, ele (Obama) foi capaz de obter a ratificação do relevante documento Start, que irá garantir nossa segurança nos próximos anos", disse Medvedev.

 Ele acrescentou que Obama "cumpre suas promessas", e disse que a recente divulgação de documentos sigilosos dos EUA pelo site WikiLeaks, contendo opiniões desfavoráveis sobre a Rússia, não irá afetar as relações bilaterais.

 Numa entrevista focada em questões domésticas, Medvedev admitiu demoras no cumprimento de suas promessas de modernizar o país e reduzir sua dependência em relação às exportações energéticas.

 "A modernização está progredindo, seu ritmo pode ter se acelerado a partir do começo do ano, mas é claro que não houve muita coisa alcançada até agora. Acho que (resultados) existem, mas não são em grande número."

Leia Também