sexta, 20 de julho de 2018

prazos de crédito

Medidas visam combater aumento da inadimplência

4 DEZ 2010Por Brasília (DF)00h:00

O aumento da inadimplência conforme o alongamento dos prazos de crédito foi a principal motivação do BC para adotar as medidas de regras de capital. Henrique Meirelles lembra que, após um ano de contrato, é possível verificar que a inadimplência média nos financiamentos de um a dois anos é de aproximadamente 1,5%.

Os de três a quatro anos apresentaram atraso médio de 6% após um ano e os de cinco a dez anos, superior a 8% após o mesmo período "O que motivou medida foi a inadimplência maior em crédito de longo prazo", afirmou Mendes. "Chegamos à conclusão de que é preciso tomar medidas", continuou.

Por isso, para o estrategista da equipe do RBC Capital Markets, Nick Chamie, as medidas têm como o objetivo conter um eventual descontrole da expansão de crédito no País. "(As medidas) têm o intuito de desacelerar o rápido ritmo de crescimento da concessão de crédito e reduzir o risco de uma bolha de crédito", avalia.

Para Borges, as medidas visam, por um lado, continuar a aplicação de ações prudenciais que o G-20 discutiu na última reunião em Seul e que objetivam institucionalizar políticas econômicas anticíclicas, a fim de prevenir bolhas de ativos financeiros e evitar a súbita quebra de economias, extremamente alavancadas em instrumentos de crédito. O Brasil ratifica sua posição de ser um dos primeiros países a implementar medidas cautelosas para proteger a boa saúde de sua economia.

Leia Também