Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

domingo, 17 de fevereiro de 2019 - 13h03min

Medida provisória do governo incentiva inovação tecnológica

28 JUL 10 - 05h:12
Brasília

O presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) assinou ontem medida provisória (MP) que isenta de impostos recursos públicos não reembolsáveis repassados a projetos de subvenção econômica. A medida estimula a inovação industrial no Brasil. Na ocasião, o presidente lançou edital do Ministério da Ciência e Tecnologia no valor de R$ 50 milhões para estruturação de núcleos de inovação nos Estados.
Com a Medida Provisória, não será mais cobrado imposto dos recursos repassados a empresas que tiveram projetos de inovação selecionados pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).  
“Trata-se de uma medida importante para o desenvolvimento industrial, principalmente, em Mato Grosso do Sul, que ainda é incipiente nessa área de inovação”, disse o presidente da Federação das Indústrias do Estado (Fiems), Sérgio Longen. Ele integrou comitiva à Brasília, capitaneada pelo presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson de Braga Andrade.
Segundo Longen, a participação na assinatura da MP marca o posicionamento da federação quanto à inovação industrial, pois, mais do que nunca, é necessário aumentar a competitividade das empresas. “Não adianta só desonerar os impostos, temos de renovar o nosso parque industrial”, destacou, lembrando que as medidas anunciadas por Lula são fruto de negociações iniciadas em outubro do ano passado pelo ex-presidente da CNI, Armando Monteiro, junto com os presidentes das federações das indústrias.
Na época, a confederação apresentou ao presidente as reivindicações do setor na área de inovação tecnológica. “Nas reuniões que tivemos com Lula, colocamos essa necessidade das indústrias. Ainda com base nessa reunião é que foi elaborado o programa apresentado nesta terça-feira ao setor empresarial”, destacou, referindo-se ao edital de subvenção econômica, que destinará R$ 550 milhões para projetos de inovação das empresas em todo o País. Além disso, Lula apresentou incentivos governamentais para fortalecer a atividade industrial.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Crianças são encontradas mortas em desabamentos após temporal
INTERIOR SP

Crianças são encontradas mortas em desabamentos após temporal

PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS

Após três quedas seguidas, gasolina volta a subir em Campo Grande

Etanol apresentou redução e diesel ficou estável, segundo ANP
Candidatos chegam mais cedo por preocupação com mudança no horário
CONCURSO PÚBLICO

Candidatos chegam mais cedo por preocupação com horário

Em janeiro, 490 empresas foram abertas em Mato Grosso do Sul
ECONOMIA REGIONAL

Em janeiro, 490 empresas foram abertas em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas