Quarta, 17 de Janeiro de 2018

Médicos dizem que contusão de Kaká é grave

5 FEV 2010Por 02h:43
Problema à vista na seleção brasileira. A pubalgia sofrida pelo craque Kaká após a derrota do último dia 28 de novembro para o Barcelona, que tirou o meia de atividade pelo período de um mês, tornou-se mais grave do que o esperado pelos médicos do Real Madrid. Ontem, revelouse que o jogador necessitará de um tratamento diário, por toda a sua vida, para evitar uma lesão grave na região, que poderia acarretar na sua dispensa da Copa do Mundo da África do Sul. De acordo com o médico Ulises Sánchez-Flor, Kaká fará um tratamento fisioterápico para conter a pubalgia. Todos os dias, o brasileiro treinará meia hora antes e meia hora depois dos trabalhos com Manuel Pellegrini para fortalecer abdômen, glúteos e costas. Este restabelecimento muscular, segundo os médicos, é necessário até o final da carreira do atleta, evitando alguma enfermidade mais grave. O tratamento mais recomendado para este caso é o cirúrgico, contudo, o atleta preferiu algo mais “conservador”.

Leia Também