Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DILMA

MEC vira pasta campeã de investimentos do governo

19 AGO 12 - 11h:00terra

Trampolim político do candidato petista à prefeitura paulistana, Fernando Haddad, o Ministério da Educação acelerou neste ano a liberação de verbas para obras e compras de equipamentos. Dados da execução orçamentária mostram que o MEC vive uma disparada de investimentos. Desde 2011, a alta foi de mais de 80%. De janeiro a julho, os investimentos do ministério somaram mais de R$ 6 bilhões, o que o coloca na condição de maior tocador de obras da Esplanada, desbancando antigos líderes como Transportes, Cidades e Defesa. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Repasses do MEC são utilizados para a construção e reformas de escolas do ensino básico, compras de móveis e ônibus escolares. Valores na casa das centenas de reais são entregues diretamente às escolas públicas. Outras iniciativas fizeram parte das promessas de campanha da presidente Dilma Rousseff, em 2010, e foram incluídas no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Essa nova frente de gastos, cujas origens remontam ao governo Lula, deu maior apelo político ao ministério, cujo titular, Aloizio Mercadante, ambiciona ser candidato ao governo paulista em 2014. A estratégia foi lançada há cinco anos, com a sigla PAR (Programa de Ações Articuladas). Nunca antes, porém, os investimentos haviam chegado às dimensões atuais. Apenas um quinto do total investido pelo MEC no ano foi destinado ao ensino superior. Procurado pelo jornal, o ministério não quis comentar.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Bolsonaro veta bagagem gratuita em voos domésticos, diz Planalto
FRANQUIA

Bolsonaro veta bagagem gratuita em voos domésticos, diz Planalto

Especialistas debatem sanidade na produção de suínos
SUINOCULTURA MS

Sanidade é tema de evento sobre produção de suínos

Drogas e bebidas matam três indígenas por semana
EM DOURADOS

Drogas e bebidas matam três indígenas por semana

Hackers devem ser presos, diz ministro do STF sobre invasão de celular
MENSAGENS VAZADAS

Hackers devem ser presos, diz ministro do STF sobre invasão de celular

Mais Lidas