Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

8 MIL VAGAS EM MS

MEC abre hoje inscrições para o Sisu; prazo segue até sexta-feira

MEC abre hoje inscrições para o Sisu; prazo segue até sexta-feira
06/01/2014 00:00 - da redação


Começam hoje e seguem até o dia 10 as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para aqueles que fizeram a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2013 e pretendem ingressar numa graduação em alguma das 115 instituições de ensino superior públicas que aderiram ao sistema.

INSCREVA-SE NO SISU

Segundo reportagem do jornal Correio do Estado, o resultado da primeira chamada sai na próxima segunda-feira (13) e entre os dias 17 e 21 de janeiro, os que conseguiram a vaga devem fazer a matrícula no curso da instituição escolhida.

Em Mato Grosso do Sul, além da UFMS, outras três instituições abriram vagas para ingresso pelo Sisu: Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (IFMS). Juntas, as quatro instituições disponibilizam 8.006 vagas em 191 cursos de graduação. Vale lembrar que essa é a primeira etapa do Sisu e que no meio do ano, outra fase começa, para ingresso nos cursos chamados de “inverno” das instituições. Em todo Brasil, estão disponíveis 171.756 para esta primeira etapa.

Conforme o Ministério da Educação (MEC), entre o primeiro (6) e último dia (10) das inscrições, o candidato poderá trocar suas opções no sistema quantas vezes quiser, e também cancelar sua inscrição. Durante o período, o Sisu informará a nota de corte de cada curso e turno, ou seja, a nota mínima para ser aprovado naquele curso, segundo o número total de inscritos e o número de vagas oferecidas. O único critério para participar da seleção é não ter zerado na Redação.

A matéria é assinada por Lúcia Morel.

Felpuda


Vêm aumentando que só os disparos de segmentos diversos contra cabecinha coroada que, até então, acreditava voar em céu de brigadeiro. O novo coronavírus chegou, ganhou espaço, continua avançando e atualmente tem sido o melhor cabo eleitoral dos adversários. A continuar assim, sem ações mais eficazes, o estrago político poderá ser grande. Observadores mais atentos têm dito que o momento não é de viver o conto da “Bela Adormecida”. Só!