Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

McDonald's no Equador faz acordo e deixa de importar

6 FEV 14 - 22h:00agência brasil

O governo do Equador firmou convênio com a rede americana de fast food McDonald's, pelo qual a empresa compromete-se a preparar cardápio com produtos equatorianos. O acordo obedece à política de substituição de importações, que está em fase de implementação.

A empresa terá de adquirir produtos como, carne, frango, queijo, batata, suco, etiqueta e copo produzidos pela indústria equatoriana. O acordo prevê também a compra de 1,5 milhão de dólares em azeite de palma destinado à preparação dos alimentos vendidos na rede.

O ministro de Indústrias, Ramiro González, disse hoje (6) que o convênio com o Mc Donald's é exemplo do que o governo pretende fazer para substituir a importação de 239 produtos. Segundo ele, desde dezembro do ano passado, o país deixou de importar 200 milhões de dólares, a quarta parte da meta projetada para este ano.

“Existe uma resposta positiva e imediata dos empresários para aumentar a produção e dinamizar a economia do país”, explicou o ministro. Até 2017, o governo do Equador espera substituir mais de 6 bilhões de dólares em importações por produtos nacionais.

*Com informações da Agência Pública de Notícias Equatoriana e Sul-Americana (Andes)

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Sérgio Moro visitou Bolsonaro no hospital neste domingo

EM REPOUSO

Bolsonaro lista no Twitter medidas do governo dos últimos dias

Presidente recebeu no domingo visita do ministro Sergio Moro
SAÚDE

Número de cirurgias bariátricas aumenta 84,73% em sete anos

Estimativa é 13,6 milhões de brasileiros precisem do procedimento
Leilão de itens apreendidos tem produtos a partir de R$ 20
MIL LOTES

Leilão de itens apreendidos tem produtos a partir de R$ 20

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião