Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Mastercard e Visa se unem por segurança de pagamentos

8 MAR 14 - 06h:00EXAME

As companhias de cartões de crédito MasterCard e Visa anunciaram nesta sexta-feira a formação de um grupo para melhorar a segurança de sistemas de pagamento, em um movimento que segue vários casos de violação de dados em lojas dos Estados Unidos.

O novo grupo, que incluirá cooperativas de crédito, varejistas e associações comerciais, irá inicialmente focar na adoção da tecnologia de chip "EMV", informaram em comunicado Visa e Mastercard.

A tecnologia, já usada na Europa e Ásia, guarda informação em chips em vez de nas tradicionais faixas magnéticas, tornando mais difícil a falsificação dos cartões. Os cartões também podem exigir - dependendo do emissor - que os usuários insiram um número de identificação pessoal ou PIN, para fazer compras, adicionando um item de segurança.

EMV significa Europay, MasterCard e Visa, as empresas que lançaram a tecnologia.

A formação do grupo ocorreu após uma série de brechas de segurança em varejistas nos Estados Unidos, incluindo uma que atingiu a rede Target no ano passado e que envolveu o roubo de informações de 40 milhões de cartões de crédito e débito.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

STJ autoriza acréscimo de sobrenome do cônjuge após casamento

Certidão de casamento poderá ser retificada pelo cartório de registro civil
FUTEBOL ESPANHOL

Barcelona perde do Granada por 2 a 0 e fica longe do líder Sevilla no Espanhol

Atlético de Madrid também já jogou na rodada
TWITTER

Haddad fala em impeachment de Witzel e o acusa de ser 'assassino'

Ex-prefeito afirmou que "coisas absurdas estão acontecendo"
GOVERNO

Major Olímpio diz que há estratégia no Congresso para desgastar presidente

Senador pediu ao "povo brasileiro" que exercesse pressão sobre o Congresso

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião