Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 10 de dezembro de 2018

MEDO DE AVIÃO

Marrone achava helicóptero 'mais seguro', diz irmão

3 MAI 2011Por g112h:15

O cantor Valdir Alves Ferreira, irmão de Marrone, da dupla Bruno e Marrone, contou na manhã desta terça-feira (3) que o sertanejo comprou há quatro anos o helicóptero que se acidentou nesta segunda-feira (2) em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. Com medo de avião, Marrone considerava, segundo o irmão, a aeronave “mais segura” para as viagens que precisava realizar para cumprir a agenda de shows.

“Meu irmão tem medo de avião e comprou o helicóptero. Ele dizia que, se caísse, tinha chance de sobreviver. Ele acha que helicóptero é mais seguro”, afirmou Ferreira.

Segundo o irmão, o cantor está psicologicamente bem após o acidente. “São coisas que acontecem na vida, inesperadas”, comentou Ferreira na porta do Hospital de Base de Rio Preto, onde o irmão está internado desde segunda-feira. A alta está prevista para quarta-feira (4).

O irmão do cantor afirmou acreditar que o acidente tenha sido causado por um problema mecânico. “O piloto é bem conceituado na aviação, tem muitas horas de voo. Então, acho que o problema foi mesmo na aeronave”, disse Ferreira. Marrone embarcou em Curitiba com destino a Goiânia, onde participaria do casamento de um cantor sertanejo. A aeronave desceu em São José do Rio Preto para reabastecer e o acidente aconteceu logo depois da decolagem.

O irmão do cantor sertanejo afirmou ainda que a agenda de shows de Marrone deve ser mantida. “A vida continua. Tudo indica que vai cumprir a agenda toda, normal”, disse. A assessoria de imprensa no cantor disse, no entanto, que a agenda será reavaliada, porque os médicos indicaram repouso de uma semana ao cantor. Além disso, é necessário saber como estará o estado psicológico de Marrone.

A dupla tem shows marcados de quinta-feira até sábado. Na quinta-feira (5), a apresentação seria no Villa Country, na Zona Oeste da capital paulista. Segundo a assessoria, a mudança de data desse show está sendo negociada, mas não há nada decidido. Não está descartada, também, a possibilidade de Bruno subir ao palco sozinho para cumprir a agenda.

Depois de receber alta, Marrone deve seguir para Goiânia, onde vivem os pais, ou São Paulo, onde está a filha que nasceu há cerca de 10 dias.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também