Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Ladário

Marinha encerra prazo para 1.620 vagas de fuzileiro

16 AGO 12 - 08h:18G1

O Comando do Pessoal de Fuzileiros Navais da Marinha encerra nesta quinta-feira (16) as inscrições do concurso público para 1.620 vagas para o curso de formação de soldados fuzileiros navais para as turmas I e II de 2013. É preciso ter nível fundamental completo. A bolsa durante o curso é de R$ 550. Após conclusão do curso, o aluno é nomeado soldado fuzileiro naval, com remuneração inicial de aproximadamente R$ 1,1 mil.

Podem participar homens com idade entre 18 e 21 anos referenciados em 1º de janeiro de 2013, com altura entre 1,54 m e 2 m.

Aqueles que forem aprovados serão matriculados na condição de recruta fuzileiro naval. O curso tem duração de 17 semanas e será conduzido no Rio de Janeiro ou, simultaneamente, em Brasília, em regime de internato e dedicação exclusiva até a formatura. 

Depois do curso, os aprovados poderão ser distribuídos para as cidades do Rio de Janeiro, Rio Grande (RS), Brasília, Ladário (MS), Belém, Manaus, Salvador, São Paulo ou Natal.

As inscrições devem ser feitas até hoje pelo endereço eletrônico https://www.ensino.mar.mil.br/marinhafn/concursos.jsp. A taxa é de R$ 20.

Os candidatos passarão por exame de escolaridade, verificação de dados biográficos, verificação de documentos, inspeção de saúde, teste de suficiência física e exame psicológico. O exame de escolaridade seria realizado no dia 25 de setembro.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ARTIGO

Fausto Mato Grosso: "Nobel da Paz bem escolhido"

Professor aposentado da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
OPINIÃO

Daniel Ferreira Martins: "Airbnb: uso do direito de propriedade, ou violação das regras condominais?

Advogado
Teste da Triumph Tiger 1200 XCa
CORREIO VEÍCULOS

Teste da Triumph Tiger 1200 XCa

Felpuda

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião