Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Marido tem a prisão temporária decretada e fica em delegacia

3 JUL 10 - 00h:15
Vânya Santos

No final da tarde de ontem, a Justiça decretou a prisão temporária do empresário Luís Afonso Santos de Andrade, principal suspeito de ter matado a esposa Eliane Nogueira de Andrade. O corpo da arquiteta foi encontrado no interior de seu carro, um Polo, totalmente carbonizado, na região do Bairro Tiradentes. De acordo com a polícia, o crime teria ocorrido horas depois de o casal ter saído de uma festa, na madrugada desta sexta-feira.
O delegado Wellington de Oliveira, que investiga o caso, explicou que o empresário ficará preso por 30 dias na 4ª Delegacia de Polícia, nas Moreninhas, enquanto a polícia levanta provas, que podem esclarecer as circunstâncias do crime. Caso os 30 dias não sejam suficientes para conclusão da investigação, o tempo da prisão pode ser renovado por igual período. Após o término dos 60 dias Luís Afonso poderá ser liberado ou então ter a prisão preventiva decretada.
Wellington contou que não havia elementos suficientes para prender o empresário em flagrante, mas a prisão temporária foi baseada no fato de o homicídio ter ocorrido de forma cruel, o marido ser o principal suspeito e o seu depoimento ter contradições quando comparado com depoimentos prestados por testemunhas. “As versões não batem”, contou o delegado.
Até o momento, a polícia ouviu o acusado, o porteiro do condomínio, onde a vítima morava e o amigo de Eliane, o arquiteto Luís Pedro Scalise. A partir de segunda-feira (5), parentes da arquiteta serão intimados para depor, segundo o titular. O carro da vítima foi periciado na tarde de ontem e o resultado deve sair em 10 dias. Hoje, equipe do Instituto de Criminalística começa análise para saber se o produto usado para incendiar Eliane foi mesmo gasolina.

Frio
De acordo com Wellington, durante o depoimento o empresário Luís Afonso se mostrou uma pessoa fria para quem amava a esposa. Em nenhum momento chorou e negou ter praticado o crime. Também se apresentou tranquilo quando soube que permaneceria preso pelo menos nos próximos 30 dias. “Ele fala que ama, mas não demonstra”, garantiu o titular.
Ainda conforme a polícia, o acusado confirma que ele e a vítima brigaram depois que saíram da festa. O motivo teria sido o relacionamento que já não dava mais certo. Luís Afonso contou para a polícia que durante o desentendimento Eliane arranhou seu rosto e ele revidou com uma cotovelada.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Câmeras de reconhecimento facial começam a ser instaladas nesta semana na 14 de Julho
SEGURANÇA

Câmeras de reconhecimento facial começam a ser instaladas nesta semana na 14

Tereza Cristina firma acordo técnico na Alemanha, passa por Itália e segue para a Índia
INTERNACIONAL

Tereza Cristina firma acordo técnico na Alemanha, passa por Itália e segue para a Índia

Município estuda agilizar emissão de notas para campanha de prêmios
SERVIÇOS

Município estuda agilizar emissão de notas para campanha de prêmios

Bolsonaro escala General Mourão para combater desmatamento na Amazônia
SELVA

Bolsonaro escala General Mourão para combater desmatamento na Amazônia

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião