segunda, 16 de julho de 2018

GELADEIRAS E FOGÕES

Marcas apostam em design personalizado

8 MAR 2011Por FOLHA DE SÃO PAULO00h:02

Depois de apartamentos, motos e carros personalizáveis, a customização chegou à cozinha. No mercado brasileiro, Brastemp e Electrolux oferecem refrigeradores que vão do "high-tech" ao retrô.

O desenho da geladeira segue modelo que permite variações como alteração da disposição de gavetas e prateleiras, escolha de cores, troca de itens (por exemplo, duas gavetas de frutas em vez de duas prateleiras de ovos) e cabides para taças.

A Brastemp lançou em 2007 a linha You que permite até 19 mil variações, entre internas e externas. As modificações alteram o preço.

O preço sugerido é R$ 2.999 e cada alteração custa de R$ 135 a R$ 400. Para escolher as cores das portas, por exemplo, o preço é R$ 400.

Atualmente, cerca de 40% dos produtos da marca à venda não são brancos. As cores disponíveis são: inox escovado, branco, preto, areia, bambu, turquesa, coral, berinjela e vermelho.

"O futuro do design é a flexibilidade. As empresas são obrigadas a investir cada vez mais no caráter 'único' de cada item para atender a demanda exigente do consumidor", ressalta Mario Fioretti, gerente de design e inovação da Whirlpool Latin America.

A empresa não abre números de investimentos, mas diz que, em 2010, 25% da receita líquida da companhia veio de produtos inovadores.

A Whirlpool tem no portfólio marcas como Consul e KitchenAid, além da Brastemp.

A Electrolux também propõe personalização na linha Infinity I-Kitchen. O consumidor que entra no site da empresa pode arrastar itens que deseja colocar no refrigerador, nos locais que preferir.

A linha também oferece aplicativos, como porta-retrato digital e um visor para deixar recados.

A KitchenAid lançou em fevereiro nove cores diferentes para as batedeiras. Já a Electrolux tem a linha de micro-ondas Minha Escolha, que possibilita mexer no visual externo do item.

As linhas da Brastemp podem ser compradas em lojas e no site, enquanto a Electrolux só é comercializada em lojas, apesar de ter a simulação no site. O preço da Infinity I-Kitchen é R$ 5.999 e as alterações não são cobradas separadamente.

TENDÊNCIA

Berenice Ring, coordenadora de curso que trata de construção e gestão de marcas na Fundação Getulio Vargas, destaca que a tendência de personalizar produtos começou nos anos 1950.

"No auge do mercado de massa, quando as fábricas conseguiam produzir em grandes quantidades, o sonho da dona de casa era comprar a mesma geladeira que sua vizinha", diz ela.

Mas, para a especialista, hoje os consumidores não querem mais ser tratados da mesma forma padronizada.

"A customização não é modismo, não é uma coisa que esta acontecendo agora mas não sobreviverá. É uma tendência", afirma Ring.

Neste cenário, o retrô é uma das apostas mais fortes para a personalização. "Vivemos um tempo dinâmico, com muitas mudanças que geram insegurança. Objetos que nos remetem a tempos antigos dão conforto", afirma Fioretti, da Whirlpool.

Para Rafael Bonjorno, gerente de Marketing Produto e Inovação da Electrolux, a proposta da linha Infinity I-Kitchen é reinventar o espaço da cozinha.

"Hoje, a cozinha é o lugar onde mais existe socialização na casa das pessoas. Nosso objetivo é trazer para esse espaço elementos tecnológicos que antes só existiam em outros aparelhos eletrônicos", afirma Bonjorno.
 

Leia Também