Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CONCURSO

Mapa retifica novamente edital

Mapa retifica novamente edital
03/03/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgou nova retificação do concurso público 001/2014, na qual fica informado que o requisito para Zootecnista altera-se para: graduação em Zootecnia, Medicina Veterinária ou Engenharia Agronômica e registro no Conselho de Classe.

Também houve modificação em relação a nome de. Onde se lia “Geólogo”, na verdade, é “Geógrafo” nas suas atividades e salários a nível administrativo do Plano Geral do Poder Executivo.

Antes disso foi divulgada retificação, no dia 30 de janeiro, em que ficou informado que as vagas para os cargos de Fiscal Federal Agropecuário nas funções de Engenheiro-Agrônomo e Veterinário, assim como as de Agente de Inspeção Sanitária e Industrial de Produtos de Origem Animal dos Estados do Amapá, Rio Grande do Sul, Ceará e Mato Grosso, são destinadas às cidades de Rio Branco, Santana do Livramento, Acaraú, Guarantã do Norte e Canguaretama, respectivamente, e não como havia sido divulgado.

Para os cargos de Agente de Atividades Agropecuárias e Técnico de Contabilidade, onde se lia: ensino médio, passa-se a ler: ensino médio técnico.

Também ficou corrigida a soma do quantitativo de vagas na tabela de cargos, para 796; como fica alterado parte do anexo de conteúdo programático para os cargos de Engenheiro-Agrônomo, Farmacêutico, Agente de Atividades Agropecuárias e Auxiliar de Laboratório, assim como em todos os cargos fica corrigido trecho que trata da Lei Federal nº. 8.027 e decretos. Também fica acrescido texto ao conteúdo programático específico para as funções de Contador e Técnico de Contabilidade.

Por fim, alterou-se o anexo que trata das localidades para as quais há reserva para candidatos com deficiência, de alguns cargos; assim como a redação do item que trata da nomeação dos aprovados; e as atribuições do cargo de Agente de Inspeção Sanitária e Industrial de Produtos de Origem Animal.

O concurso destina-se ao provimento de 796 vagas nas carreiras de Fiscal Federal Agropecuário, Atividades Técnicas de Fiscalização e do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo e está sob a organização da empresa Consulplan.

As oportunidades estão distribuídas entre as Unidades do Mapa nos Estados do Acre, Amazonas, Amapá, Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins e são para os seguintes cargos:
Nível Fundamental: Auxiliar de Laboratório (66 vagas + 4 Portador de Necessidades Especiais).

Nível Médio/ Técnico: Agente de Atividades Agropecuárias (47 + 3 PNE), Agente de Inspeção Sanitária e Industrial de Produtos de Origem Animal (95 + 5 PNE), Técnico de Laboratório (174 + 10 PNE), Agente Administrativo (104 + 6 PNE) e Técnico em Contabilidade (4 + 1 PNE).
Nível Superior: Engenheiro-Agrônomo (76 + 4 PNE), Farmacêutico (12 + 1 PNE), Químico (20 + 2 PNE), Veterinário (104 + 6 PNE), Zootecnista (6 + 1 PNE), Administrador (23 + 2 PNE), Bibliotecário (2), Contador (5 + 1 PNE), Economista (4), Engenheiro (3), Geógrafo (3) e Psicólogo (2).

Do total de vagas, 46 são para pessoas com deficiência e os salários variam de R$ 2.818,02 a R$ 12.539,38, de acordo com a escolaridade, para jornadas semanais de trabalho de 40h.
As inscrições do Concurso Público ficou prorrogado até o dia 13 de março pelo endereço eletrônico www.consulplan.net, com taxas de R$ 38,50, R$ 50,00 e R$ 71,00, de acordo com o cargo. Antes o período era até dia 6 de março.

O certame é válido por um ano, a contar de sua homologação e pode ser prorrogado por igual período. Para mais detalhes consulte o edital edital no site da Cons ulplan (www.consulplan.net), no e-mail atendimento@consulplan.com ou na Central de Relacionamento 0800 283 4628.em nosso site da Consulplan ou na Central de Relacionamento.

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?