Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

domingo, 17 de fevereiro de 2019 - 13h00min

Manutenção da Selic deixa juros altos

3 SET 10 - 20h:05
VERA HALFEN

A decisão do Copom (Comitê de Política Monetária), em manter a taxa básica de juros (Selic) inalterada (10,75%) era esperada pelo mercado, depois de elevar, por duas vezes seguidas, o índice referencial. Por consequência, as taxas de juros permanecerão em patamares elevados e os alimentos também não apontam tendência de queda. De acordo com o economista Sérgio Bastos, a linha de crédito para pessoa física e jurídica, vai continuar elevada nos próximos meses. Ele cita que esta medida era esperada pelo mercado, após duas altas nas reuniões anteriores.
As elevações anteriores da Selic refletiram a preocupação do Banco Central do Brasil com a aceleração da inflação, depois que alguns indicadores demonstraram elevação acima do esperado para itens como alimentação”. Com o arrefecimento da inflação e sem indicadores claros de efeitos negativos da economia de outros países sobre o Brasil, o Banco Central decidiu por não alterar a taxa de juros, com tendência a mantê-la como está, nos próximos meses.
Para o presidente da Fiems, Sérgio Longen, a manutenção da Selic, em 10,75% ao ano, não atende às expectativas do setor industrial de Mato Grosso do Sul. “A decisão do Copom frustrou a todos, pois os industriais do Estado esperavam uma redução dos juros como uma disposição do Governo Federal para incentivar a produção”, analisou. Ele espera que o Banco Central retome os cortes na taxa básica de juros já na próxima reunião, mantendo o ciclo de redução dos juros, pois a inflação e a atividade econômica perderam ritmo, abrindo espaço para a revisão do aperto monetário.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Crianças são encontradas mortas em desabamentos após temporal
INTERIOR SP

Crianças são encontradas mortas em desabamentos após temporal

PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS

Após três quedas seguidas, gasolina volta a subir em Campo Grande

Etanol apresentou redução e diesel ficou estável, segundo ANP
Candidatos chegam mais cedo por preocupação com mudança no horário
CONCURSO PÚBLICO

Candidatos chegam mais cedo por preocupação com horário

Em janeiro, 490 empresas foram abertas em Mato Grosso do Sul
ECONOMIA REGIONAL

Em janeiro, 490 empresas foram abertas em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas