Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

quinta, 21 de fevereiro de 2019 - 13h03min

Mantega prevê crescimento de 5,2% no PIB

22 JAN 10 - 08h:16
O ministro Guido Mantega (Fazenda) revelou ontem que o governo trabalha com uma projeção de 5,2% para o crescimento da economia brasileira neste ano. Para o ano passado, a Fazenda considera um incremento do PIB (Produto Interno Bruto) de somente 0,1%. Os números constam de apresentação feita ontem em reunião ministerial na Granja do Torto, em Brasília. O material mostra ainda que o governo prevê uma taxa de crescimento em torno de 5% ao ano até 2014. Em dezembro passado, o ministro Mantega já havia afirmado que o país cresceria “em torno de 5%” neste ano. O mercado estima um crescimento de 5,08% da economia neste ano, conforme consta na última edição do boletim Focus, elaborado pelo Banco Central a partir das projeções de uma centena de instituições financeiras. Para este ano, a Fazenda considera que a demanda interna deve crescer 7,3%, enquanto estima uma contração em torno de 21% para a demanda externa. O consumo das famílias deve ter um aumento de 6,1%, enquanto a taxa de investimento (Formação Bruta de Capital Fixo) pode crescer 16,1%. Ainda de acordo com as projeções da Fazenda, a produção industrial terá um incremento de 7,1%. No tocante ao mercado de trabalho, o Ministério trabalha com a estimativa de 1,6 milhão de empregos criados em 2010 (já consideradas as vagas fechadas). Se concretizado, seria a maior geração de postos de trabalho desde 2007, quando o país gerou 1,617 milhão de postos novos. Ainda sobre emprego, em um ano eleitoral, a Fazenda estima uma elevação de 6% da massa salarial em 2010, repetindo o desempenho verificado em 2008.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Deputados avaliam alternativas para reduzir impacto da Cota Zero
MEIO AMBIENTE

Deputados avaliam alternativas sobre impacto da Cota Zero

Campo Grande deve voltar a fazer parte das grandes competições vôlei
VIVAVÔLEI

Capital deve voltar a fazer parte das competições vôlei

Damares diz que vai rever  atuação de ONGs na Funai
AUDIÊNCIA PÚBLICA

Damares diz que vai rever
atuação de ONGs na Funai

Prefeito considera redução da atuação da guarda como retrocesso
DECISÃO JUDICIAL

Redução da atuação da guarda é retrocesso, diz Prefeito

Mais Lidas