domingo, 22 de julho de 2018

POLÊMICA

Mantega diz que governo vai vetar salário mínimo acima de R$ 540

4 JAN 2011Por FOLHA ONLINE16h:48

O governo vai vetar qualquer reajuste que leve o salário mínimo para mais de R$ 540, disse o ministro Guido Mantega (Fazenda).

O valor, defendido pelo governo, não embute nenhum ganho real e apenas corrige o mínimo do ano passado pela inflação.

"Neste momento, é temerário nós aumentarmos [o mínimo] para mais de R$ 540. Se vier alguma coisa diferente, nós vamos simplesmente vetar", disse o ministro, citando a necessidade de conter os gastos públicos para, entre outras coisas, facilitar uma queda maior nos juros e evitar uma maior valorização do real.

"É o cumprimento de uma política de aumento salarial que foi acertada com os trabalhadores. Ela deve ser posta em prática, se não vira uma brincadeira, uma hora a gente acerta uma coisa e, depois, não fica conveniente e muda", disse o ministro.

O mínimo de R$ 540 foi calculado com base numa política que considera, para os reajustes anuais, o crescimento da economia ocorrido dois anos antes do aumento ser concedido.

Como em 2009 a expansão da economia brasileira ficou perto do zero por causa da crise internacional, o ganho real do mínimo em 2011 também seria de zero.

Os R$ 540 estão em vigor desde o começo do ano por força de uma medida provisória editada pelo governo, mas para vigorar definitivamente ainda é necessária aprovação no Congresso.

Insatisfeito com a partilha de cargos no governo Dilma, o PMDB já fala em modificar o valor.

Leia Também