Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

BOXE

Manny Pacquiao e Shane Mosley fazem luta histórica nos EUA

7 MAI 2011Por 20h:00

Manny Pacquiao já é apontado como o melhor pugilista da atualidade. Caso vença o norte-americano Shane Mosley, neste sábado (a partir da 1 hora de domingo, pelo horário de Brasília), no MGM Hotel, em Las Vegas, nos Estados Unidos, o filipino de 32 anos também vai garantir um lugar no Hall da Fama do Boxe, ao lado dos maiores mitos da nobre arte.

Na luta, ainda estará em jogo o cinturão dos meio-médios (até 66,678 quilos), versão Organização Mundial de Boxe.

Invicto há seis anos, ele obteve respeito do público norte-americano e levou mais de 50 mil pessoas ao Dallas Cowboys Stadium, quando venceu o duelo com o ganês Joshua Clottey, em março do ano passado.

O sucesso de Pacquiao pode ser notado na venda das assinaturas pelo sistema pay-per-view de transmissão. Em seus últimos sete duelos, foram vendidos mais de US$ 400 milhões, com uma média de 1 milhão de assinantes por combate.

"Chegaremos a 1,8 milhão de assinaturas desta vez", garantiu o empresário Bob Arum, para quem o filipino é melhor pugilista do que foi até mesmo Muhammad Ali, com quem trabalhou nos anos 70.

O sonho de Bob Arum, assim como todos que acompanham o boxe, é ver Pacquiao diante do norte-americano Floyd Mayweather. "Vamos intensificar as negociações a partir de domingo", afirmou o empresário, confiante na vitória do filipino.

Leia Também