Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

MUNDO

Mais uma usina do Japão apresenta problemas

13 MAR 2011Por TERRA17h:19

Uma bomba d'água do sistema de resfriamento da usina nuclear de Tokai entrou em pane, mas as auxiliares funcionam, anunciou neste domingo o operador da planta, situada a 120 quilômetros a nordeste de Tóquio.

"Nossa bomba principal, que funciona com um gerador a diesel, parou. Recorremos, então, ao sistema sobressalente", disse à AFP o porta-voz da Companhia de Energia Atômica do Japão, Masao Nakano. A temperatura do reator começa a baixar suavemente.

Mais cedo, as autoridades japonesas decretaram estado de emergência numa segunda usina nuclear, a de Onagawa (nordeste) também afetada pelo forte terremoto de sexta-feira, anunciou neste domingo a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

"As autoridades japonesas informaram à AIEA que o primeiro estado de emergência (o nível mais baixo) na central de Onagawa foi registrado pela Tohoku Electric Power Company", explicou a agência da ONU, com sede em Viena.

Os três reatores da planta de Onagawa "estão sob controle", segundo as autoridades japonesas, precisou a AIEA.

De acordo com a regulamentação japonesa, "o alerta foi declarado depois dos níveis de radioatividade registrados superarem os níveis autorizados na zona próxima à central", explicou la AIEA.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também