quarta, 18 de julho de 2018

EDUCAÇÃO

Mais de 100 mil alunos vão receber kits

21 FEV 2011Por DA REDAÇÃO18h:00

Milhares de alunos das 92 escolas e 96 centros de educação infantis da Rede Municipal de Ensino (Reme) começaram a receber, hoje, os kits escolares. O prefeito Nelson Trad Filho iniciou a entrega esta manhã, quando foi recepcionado por mães, alunos, professores e servidores na Escola Municipal Elpídio Reis, no bairro Mata do Jacinto.

O prefeito destacou que a entrega do kit, além de representar segurança aos pais e professores, a partir de o momento em que identifica a criança, reflete a preocupação da administração municipal em, cada vez mais, aproximar e incentivar os alunos a se manterem na escola.

“Nossa política busca criar ferramentas e oferecer instrumentos para manter essa criança na escola e acompanhar a evolução de cada aluno. Temos essa preocupação. Faço questão de todos os anos acompanhar pessoalmente cada unidade. Esse contato nos faz perceber e identificar como está o dia a dia dos nossos alunos e melhorar o que for preciso e ter a noção do que está funcionando bem”, ressaltou Trad Filho.

Além da EM Elpídio Reis, Nelsinho, acompanhado da primeira-dama e secretária municipal de Políticas e Ações Sociais e Cidadania, Antonieta Trad e da secretária Municipal de Educação, Maria Cecilia Amendola da Motta entregou kits no Ceinf Paulino Romeiro Paré, no Novo Minas Gerais; Ceinf Hércules Mandetta, Novos Estados; EM Prof. Vanderlei Rosa de Oliveira, Novo Maranhão; Ceinf Mary Sadalla Saad, EM Consulesa Margarida Maksoud Trad e Ceinf José Ramão Cantero, ambos no bairro Estrela Dalva.

Mais de 100 mil alunos da educação infantil e ensino fundamental vão receber os kits, que contêm, além de duas camisetas, uma bermuda e um par de tênis, a mochila, a agenda do estudante, um caderno, lápis, borracha, régua, tubo de cola e apontador, representando economia às famílias e condições de aprendizado às crianças.

Novidade

A secretária municipal de Educação destacou que o material produzido este ano está mais atrativo, já que traz uma temática inédita: são desenhos e frases feitas pelos próprios alunos da Reme abordando a prevenção e o combate à dengue.

“Além do impacto positivo no desenvolvimento pedagógico que traz o fornecimento do uniforme e material, decidimos fazer um movimento contínuo de combate à dengue. São mais de 100 mil famílias, que na simples tarefa de ajudar a criança a fazer a tarefa vão lembrar do combate à dengue. Os pais e responsáveis prestam atenção no que a criança fala e acreditamos que este seja o caminho”, enfatizou Maria Cecília.

Para a dona de casa Daiana da Silva, de 27 anos, a idéia foi bem-vinda. “Meu filho de três anos, esses dias me chamou a atenção, por causa de uma bacia do lado do tanque que estava cheia d’água. Ele viu na televisão e me chamou a atenção. Com certeza, agora que ele vai ver o material, vou ter que tomar cuidado pra não levar outra bronca”, disse Daiana que, além do filho tem um sobrinho, por quem é responsável, estudando em ceinf do município.

Aproveitar melhor os recursos

Durante a entrega dos kits escolares, Nelsinho adiantou que a Prefeitura, junto à Secretaria Municipal de Educação, estuda a aplicação de parte dos recursos destinados à compra do uniforme escolar, para a construção e compra de equipamento de laboratórios de ciência e matemática.

“É claro que isso será discutido com os pais, responsáveis e toda a comunidade escolar. Quem está envolvido neste contexto vai me direcionar e vamos, juntos, concluir se a idéia é de fato a melhor alternativa. Identificamos que muitas vezes o uniforme chega no fim do ano em perfeito estado de conservação. De repente, ao invés de duas camisetas, podemos oferecer apenas uma e, o dinheiro da segunda, a gente investe em outra finalidade. Enfim, vamos estudar as alternativas e, num consenso, promover o melhor para a criança, visando a qualidade da educação, mas, principalmente, o aproveitamento de tudo que oferecemos”, ponderou Nelsinho.

Neste sentido, nas próximas semanas, será aplicado um questionário junto aos responsáveis, que dará a direção de como a Semed deverá encaminhar as discussões sobre a questão, no decorrer do ano, até atingir o resultado sobre a aplicação dos recursos financeiros.

Com os olhos atentos ao discurso do prefeito, o vendedor ambulante José Fernando de Souza, de 38 anos, que este ano matriculou seu primeiro filho de dois anos e quatro meses em um cenif da Reme, disse que está satisfeito em perceber essa preocupação da Prefeitura, em oferecer o melhor para as crianças.

“Pra quem não tem renda fixa, como no meu caso, muitos meses passam apertados. Comprar o material, o uniforme, seria uma preocupação a mais, certamente. Mas oferecer uma educação de qualidade, aquela que não tivemos oportunidade de receber quando crianças, ou por falta de interesse dos nossos pais ou comprometimento do poder público, é o mais importante. Ver que o prefeito está preocupado com o conteúdo, preocupado em oferecer laboratórios para nossos filhos aprenderem, nos dá a sensação de que estamos amparados e, principalmente, temos com quem contar pra criar os filhos”, desabafou Souza.

Acompanhou a entrega dos kits na manhã de hoje, o secretário municipal de Governo e Relações Institucionais, Rodrigo de Paula Aquino e o vereador Cristóvão Silveira.

À tarde, o prefeito dá prosseguimento à maratona de entrega dos kits escolares. Confira a programação:

13h30 – EM Professor Arlindo Lima – Rua Barão do Rio Branco, 2.469, Centro
14h00 – Ceinf Eleodes Estevan – Rua Piratininga, 82, Jardim dos Estados
14h30 – EM Prof. Luís Antônio de Sá Carvalho – Rua Eduardo Santos Pereira, 2.056, Vila Nova Alvorada
15h00 – EM Profª. Danda Nunes – Rua Caliandra, 225, Vivendas do Bosque
15h30 – Ceinf Paulo Siufi – Rua Naviraí, 230, Jardim Marabá
16h00 – EM Prof. Virgílio Alves de Campos – Rua Jamil Basmage s.n., Bairro Mata do Jacinto
16h30 – EM Prof. Hércules Maymone – Rua Celina Baís Martins, 31, Nova Lima
16h50 – Ceinf Campo Verde – Rua Sebastião Pereira Borges, 100, Jardim Campo Verde.

Fonte/Autor: Eliza Moreira DRT/MS 106





 

Leia Também