Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

família do crime

Mãe e filho presos por venderem cocaína e maconha

15 JAN 14 - 15h:15DA REDAÇÃO

Operação conjunta entre o Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul e equipes do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), com sede em Campo Grande, prenderam na manhã desta quarta-feira (15), em Amambai, mãe e filho acusados de tráfico de drogas. As informações são do A Gazeta News.

De posse de mandados de prisão expedidos pela Justiça a pedido do Ministério Público Estadual as equipes agiram simultaneamente nas residências dos suspeitos. Na casa de Gilson Martins da Silva, o “Gil”, de 36 anos, que segundo a polícia, já tem passagem por manter ponto de venda de drogas, as chamadas “boca-de-fumo” em Amambai, os policiais não encontraram nada.

Já na residência da mãe do rapaz, Nélida Martins, de 66 anos, moradora na Rua da República, região central da cidade, os policiais encontraram porções de pasta base de cocaína, cocaína pura, mais de 600 gramas de maconha e mais de R$ 1 mil em dinheiro, tudo pertencente a Gil, segundo teria relatado sua mãe aos policiais.

De acordo com o BOPE, além da droga, durante a operação os policiais também apreenderam uma garrucha calibre 22, um celular e mais R$ 779 que estavam em poder de Gil e, segundo a polícia, pode ser originário de venda de drogas.

Os detidos foram encaminhados juntamente com material aprendido para a Delegacia de Policia Civil de Amambai, que assumiu o caso.

Segundo a Polícia Civil, mãe e filho seriam autuados em flagrante e poderão responder a processo por tráfico de drogas, associação para o tráfico e inclusive por posse ilegal de arma.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Mais famílias campo-grandenses conseguem pagar as dívidas
APONTA PESQUISA

Mais famílias campo-grandenses conseguem pagar as dívidas

Agehab dá dez dias para mutuários regularizarem dívidas
INTERIOR

Agehab dá dez dias para mutuários regularizarem dívidas

União agilizará reconhecimento de emergência por queimadas em MS
DIZ MINISTRO

União agilizará reconhecimento de emergência por queimadas em MS

Investigações contra agressor de Bolsonaro podem ser retomadas
PRESO EM CAMPO GRANDE

Agressor de Bolsonaro pode voltar a ser investigado

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião