Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

SEGURANÇA

Mãe de fundador do WikiLeaks visita Equador para apelar por asilo ao filho

30 JUL 12 - 22h:00g1

A mãe do fundador do Wikileaks, Julian Assange, visitou o Equador nesta segunda-feira (30) para pedir que o país conceda asilo a seu filho. Christine Assange declarou que ele está sob estresse psicológico extremo e sente que a sua única opção é buscar segurança no Equador.

Assange está refugiado na embaixada equatoriana em Londres desde 19 de junho. O ex-hacker de computador, que enfureceu Washington em 2010 quando seu site WikiLeaks publicou telegramas diplomáticos secretos dos Estados Unidos, é procurado para interrogatório na Suécia por acusações de crimes sexuais.

O ativista australiano quebrou seus termos de fiança e pediu asilo no Equador porque teme que possa ser enviado aos Estados Unidos, onde a sua vida estaria em risco.

"Ele é amante da liberdade, ele não pode correr, ele não pode ir para fora ver o céu, do lado de fora a polícia britânica espera como cães para levá-lo ... ele não pode se exercitar da maneira que normalmente poderia e está sob estresse psicológico extremo", disse Christine em uma entrevista ao vivo à televisão local.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Com recursos federais, governo vai reformar praça por R$ 405,3 mil
OBRAS

Com recursos federais, governo vai reformar praça por R$ 405,3 mil

Professores buscam melhores oportunidades em prova para temporários
SELEÇÃO

Professores buscam melhores oportunidades em prova para temporários

Projeto social que ensina balé para crianças está com inscrições abertas
ARTE

Projeto social que ensina balé para crianças está com inscrições abertas

Novo partido não usará fundo eleitoral sancionado, diz Bolsonaro
ALIANÇA PELO BRASIL

Novo partido não usará fundo eleitoral sancionado, diz Bolsonaro

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião