domingo, 22 de julho de 2018

CASO BRUNO

Mãe de Eliza Samudio diz que neto reconhece Bruno e Macarrão

21 JUN 2012Por terra15h:11

O advogado José Arteiro Cavalcante Lima, assistente de acusação do caso Bruno, disse que se o ex-goleiro do Flamengo e os outros acusados pelo assassinato de Eliza Samudio não forem a júri ainda este ano, vai solicitar à Justiça autorização para que o suposto filho de Bruno passe por um procedimento de "regressão para apontar em fotos quem foram as pessoas que mataram sua mãe".

"Ele (Bruninho) é a única testemunha de tudo. Ele ficou em cárcere privado com a mãe, foi levado junto com ela, e viu quem a matou. Então, ele fazendo esse procedimento psicológico, legal, teremos a verdade de uma vez por todas. A chance do Bruno é ir a júri ainda este ano. Do contrário, seu principal algoz será o seu próprio filho," afirmou.

Sônia de Fátima Moura, mãe de Eliza, disse que vai autorizar a regressão porque acredita que há grande chance de dar certo. "Bruninho vê fotos das pessoas que fizeram essa maldade com a mãe dele e fala 'ruim, ruim' fazendo cara feia. Bruninho reconhece a todos, o Bruno, o Macarrão, o Bola, a Dayanne", contou.

Sônia revelou que ela e o garoto passaram por um longo tratamento psicológico para superar o trauma. A fisionomia de Bruninho, hoje com três anos, lembra a do suposto pai.

Leia Também