Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COMBATE AO CRIME

Maconha trazia adesivo de 'cuidado frágil'

Maconha trazia adesivo de 'cuidado frágil'
04/03/2014 10:40 - A Gazeta News


Ao atender um acidente de trânsito que havia ocorrido na rodovia MS-156 entre Amambai a Tacuru (MS), no trecho que corta a aldeia Limão Verde, a cerca de 3,5 quilômetros da cidade, em Amambai, a Polícia Militar Rodoviária Estadual (PRE) prendeu, ontem (03), um gaúcho transportando 78 quilos de maconha.

A droga, dividida em 95 tabletes, era transportada no bagageiro de um GM Prisma, placas de Florianópolis-SC, conduzido por Daniel Felipe Cunha Schuck, de 27 anos, morador em Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul.

Segundo a PRE, ao receber voz de prisão, Daniel Schuck teria relatado que havia pegado a maconha em Coronel Sapucaia, fronteira com o Paraguai e ganharia R$ 10 mil reais para levar o entorpecente até a cidade de Florianópolis, em Santa Catarina.

Encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Amambai juntamente com a maconha apreendida em seu poder, Daniel foi autuado em flagrante pelo delegado titular local, Marcius Geraldo Cordeiro, pelo crime de tráfico de drogas e está recolhido no Estabelecimento Penal de Amambai (EPAM), onde permanece à disposição da Justiça.

Se condenado, o gaúcho estará sujeito a uma pena que varia de 5 a 15 anos de prisão.

Felpuda


Engana-se quem acha que diminuiu a voracidade de ter fatia de cobiçado bolo por parte de “quem manda”. O recuo realmente houve, mas só por enquanto e por uma questão de estratégia, até porque, nas primeiras investidas, as portas não se abriram. E continuam fechadas. Mas quem conhece bem a dita figurinha aposta que ela não desistirá até encontrar, digamos,  um “chaveiro amigo”. Essa gente não sossega nem diante da pandemia... Afe!