Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 15 de novembro de 2018

Macarrão não vai assumir assassinato de Eliza

11 JUL 2012Por band12h:30

Luiz Henrique Romão (o Macarrão), um dos acusados pela morte da modelo Eliza Samudio, não vai assumir ter matado a moça. De acordo com Leonardo Diniz, advogado do amigo do ex-goleiro Bruno Fernandes, não há evidências no processo para comprovar a existência de crime.

A declaração foi feita nesta terça-feira, um dia após o ex-goleiro confirmar ao advogado a autoria da carta que pede a Macarrão para usar o plano B, que seria assumir a culpa pela morte da modelo, e isentar Bruno de qualquer participação.

De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social de Minas Gerais, a carta não consta nos registros de correspondências enviadas e recebidas por detentos da Penitenciária Nelson Hungria, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde os dois estão presos.

Bruno e Macarrão foram detidos em junho de 2010, junto com o primo do ex-goleiro, Sérgio Rosa Sales, e o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola. Eles são acusados de homicídio triplamente qualificado, sequestro, cárcere privado e ocultação de cadáver.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também