Terça, 20 de Fevereiro de 2018

Saúde

Má alimentação aumenta casos de câncer no estômago

2 FEV 2011Por R701h:00

Carnes gordurosas, frituras e alimentos de procedência desconhecida têm contribuído para novos casos de câncer no estômago. Os hábitos alimentares, na maioria das vezes, são responsáveis por doenças graves.

Os sintomas iniciais podem ser os do câncer de estômago, no entanto, também podem ser facilmente confundidos com outros problemas na região estomacal, como dores no abdômen e náuseas. E esse é um fator perigoso que evita o tratamento precoce.

Os homens são as maiores vítimas do câncer que pode surgir a partir dos 30 anos, mas é mais frequente aos 50.

O câncer de estômago é o segundo que mais mata no mundo depois do câncer de pulmão. Segundo estimativas do Inca (Instituto Nacional do Câncer) só neste ano no Brasil mais de 21 mil pessoas devem ser diagnosticados com a doença. Mas apesar de ser grave, na maioria das vezes, os casos podem ser curados com cirurgia.

Na maioria dos casos, o procedimento consiste na retirada no estômago. Então, o esôfago é ligado diretamente ao instestino. A duração da cirurgia é de seis horas. E depois da recuperação, o paciente passa a ter uma vida normal.

Leia Também