Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

UFC 129

Lyoto nocauteia Couturne e Aldo derrota Mark Hominick

1 MAI 2011Por Reprodução Fight World14h:40

O aguardado UFC 129 fez jus às expectativas dos mais de 50 mil fãs que lotaram o ginásio Roger's Center, em Toronto, no Canadá. Com lutas de tirar o fôlego no card principal, os brasileiros em ação garantiram mais duas vitórias para o país em combates espetaculares.

O primeiro deles a pisar no octógono foi o meio-pesado (93 kg) Lyoto Machida, que duelou com o lendário Randy Couture. No embate de vida ou morte, já que o brasileiro vinha de duas derrotas no evento e estava ameaçado publicamente de demissão, Machida mostrou que não é só Anderson Silva que sabe chutar.

Com um golpe parecido ao do campeão dos médios (84 kg) contra Vitor Belfort – exceto pelo pulo antes da execução -, o carateca nocauteou o americano no início do segundo round e carimbou sua aposentadoria. Visivelmente emocionado, o brasileiro agradeceu ao ator Steven Seagal por ter lhe ensinado o chute vitorioso. Na sua vez, Couture não se deixou abater e reconheceu a superioridade do rival, confirmando que, aos 47 anos, não pisará mais no octógono.

Logo em seguida, Zé Aldo enfrentou o dono da casa Mark Hominick na melhor luta da noite e venceu por longa margem de pontos. O brasileiro começou melhor e dominou em pé, com fortes chutes, e no chão, no ground and pound, tática incomum em suas apresentações.

Mas, a partir da terceira etapa, o brasileiro demonstrou cansaço, mesmo dominando os rounds. Com muita raça, o canadense partia sempre para cima e ameaçava equilibrar a luta, esbarrando nas quedas de Aldo, que estreava no evento defendendo o cinturão dos penas (65 kg).

A surpresa, porém, ocorreu no penúltimo round, quando o canadense apresentou um inchaço enorme em sua testa. O formato do “ovo” era tão assustador, que o médico analisou duas vezes antes de liberá-lo para a luta sob aplausos ensandecidos dos fãs.

Para terminar o evento, o campeão dos meio-médios (77 kg) do UFC, o canadense Georges St. Pierre, mostrou que está sobrando na categoria e, mais uma vez, abusou da tática para vencer seu oponente. Sem empolgar em nenhum momento, GSP anulou por completo um assustado Jake Shields, que não perdia um combate de MMA há seis anos.

Sem habilidade na troca de golpes, o americano não encontrou uma forma de levar a luta para o chão, e foi punido durante os 25 minutos de luta. Fácil vitória de GSP, que conquistou seu quarto triunfo seguido por pontos.

Veja todos os resultados do UFC 129:

Card principal:
- Georges St. Pierre derrotou Jake Shields na decisão unânime dos juízes
- José Aldo derrotou Mark Hominick na decisão unânime dos juízes
- Lyoto Machida nocauteou Randy Couture aos 1min09s do 2º round
- Vladimir Matyushenko nocauteou Jason Brilz aos 20s do 1º round
- Ben Henderson derrotou Mark Bocek na decisão unânime dos juízes

Card preliminar:
- Rory MacDonald derrotou Nate Diaz na decisão unânime dos juízes
- Jake Ellenberger nocauteou Sean Pierson aos 2min42s do 1º round
- Claude Patrick derrotou Daniel Roberts na decisão unânime dos juízes
- Ivan Menjivar nocauteou Charlie Valencia aos 1min30s do 1º round
- Jason MacDonald finalizou Ryan Jensen com um triângulo aos 1min27s do 1º round
- John Makdessi nocauteou Kyle Watson aos 1min27s do 3º round
- Pablo Garza finalizou Yves Jabouin com um triângulo voador aos 4min31s do 1º round

Leia Também