Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

POLÊMICA

Lutadora de taekwondo é flagrada com chip na meia nos Jogos Asiáticos

18 NOV 2010Por FOLHA ONLINE08h:17

Chips escondidos nas meias de uma lutadora de taekwondo de Taiwan provocaram polêmica e resgataram uma antiga tensão política nos Jogos Asiáticos, em Guangzhou, na China.

Yang Shu-Chun, 25, foi desclassificada durante o confronto com a vietnamita Vu Thi Hay Yang, pela categoria até 49 kg, por esconder sensores nos calcanhares.
No taekwondo, a contagem de pontos é feita por chip. Segundo inspetores, a taiwanesa escondia equipamentos não autorizados.

"Esses sensores dão ao lutador uma vantagem injusta, porque fazem os golpes parecerem maiores do que são", disse o secretário-geral da Federação Mundial de Taekwondo, Yang Jin Suk.

Ao ser eliminada, Yang chorou e se recusou a deixar o tatame. Os inspetores dizem que já haviam alertado a atleta, antes do duelo, de que seu sensor era ilegal.
A lutadora se diz inocente. Afirmou que utilizava o mesmo equipamento das rivais.

A desclassificação da lutadora motivou uma tensa discussão entre jornalistas taiwaneses e chineses durante entrevista coletiva sobre o assunto. Funcionários se recusaram a traduzir questões sobre se a desclassificação teria motivação política, uma vez que o juiz que decidiu encerrar a luta de Yang era chinês.

Embora Taiwan funcione como um país autônomo, o governo de Pequim considera a ilha uma "província rebelde". A China já ameaçou invadir Taiwan caso a ilha queira sua independência.

Leia Também