sábado, 21 de julho de 2018

BENTO 16

Lula diz que não há novidade na declaração do Papa sobre aborto

29 OUT 2010Por ESTADÃO13h:42

Após visita no Salão do Automóvel nesta sexta-feira (29), em São Paulo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse não ser novidade a declaração do Papa Bento 16 em que orientava bispos brasileiros a emitir aos fieis um julgamento moral "também em matérias políticas", inclusive em relação a temas importantes nas crenças cristãs como o aborto.

"Não vi nenhuma novidade na declaração do Papa, este é um comportamento da Igreja Católica desde que ela existe (...). Toda vez que você perguntar a um Papa sobre a questão do aborto, ele vai dizer exatamente o que disse o Papa antes de ontem", disse.

Lula afirmou que a liberdade e o Estado democrático são bons justamente por permitirem a manifestação de todos. "Este é um País democrático, um País laico, portanto as pessoas se manifestam do jeito que quiserem".

Ele ainda pediu que os eleitores "compareçam para votar no domingo" e lamentou o baixo nível e o tom preconceituosos na campanha. "Fico triste porque a campanha teve um nível muito baixo. Eu acho que a candidata Dilma foi vítima do preconceito, mostrado mais uma vez de forma arraigada, contra a mulher brasileira. Mas de qualquer forma eu acho que o Brasil vai dar mais uma demonstração da consolidação da democracia, o povo vai comparecer, vai votar e a gente vai continuar a fazer do Brasil uma grande nação", declarou.

Ao se despedir, o presidente pediu a toda a imprensa que fosse votar e que, "se ainda não tiver candidato", que vote "na minha candidata".

Leia Também