quarta, 18 de julho de 2018

DESCANSO

Lula descarta participar de eventual Governo

31 OUT 2010Por g109h:49

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva descartou, neste domingo (31), após votar em São Bernardo do Campo, a possibilidade de participar de um eventual governo da candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff.

“Não existe nenhuma possibilidade de um ex-presidente participar de um governo. A Dilma, eleita, precisa construir um governo que seja a cara dela. A um ex-presidente, só cabe torcer para que ela faça mais do que eu fiz”, afirmou, em entrevista coletiva após votar no colégio João Firmino Correia de Araújo, em São Bernardo do Campo. Num outro momento, no entanto, ele disse que é “companheiro” da petista e que irá “conversar com ela”.

Lula também criticou o candidato do PSDB, José Serra, afirmando que campanha do tucano teve “agressividade” e que o ex-governador de São Paulo sairá “menor” da disputa.

“Essa campanha foi muito mais violenta de uma parte à outra. Sinceramente, acho que o candidato Serra sai menor dessa campanha porque a agressividade deles à companheira Dilma Rousseff é uma coisa que eu imaginava que já tivesse terminado na política brasileira”, disse.

O presidente votou ao lado da primeira-dama, Marisa Letícia, do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), e dos senadores Aloizio Mercadante (PT) e Eduardo Suplicy (PT). A votação ocorreu em clima de tranqüilidade. Lula foi aplaudido por eleitores que estavam no local e distribuiu abraços e autógrafos.

'Governo republicano'
Lula também defendeu um “governo republicano” que não discrimine governadores e prefeitos de partidos de oposição.

“Quando vou tratar com governador, não quero saber de que partido é o governador, de que partido é o prefeito, eu quero saber é que aquela pessoa representa uma comunidade e tenho que tratar com o mesmo respeito com quem pertence ao meu partido ou a algum partido aliado”.

Em seguida, afirmou que Dilma seguirá essa mesma linha, se for eleita. “A Dilma sabe disso, aprendeu isso. Eu não tenho dúvida nenhuma de que ela vai fazer um grande governo para este país”, disse.
 

Leia Também