Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

PORTUGAL

Lula dedica título 'honoris causa' a José Alencar

30 MAR 2011Por FOLHA ONLINE10h:38

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dedicou o título de "doutor honoris causa" pela Universidade de Coimbra ao ex-vice presidente José Alencar. Lula recebeu o título nesta quarta-feira (30).

"Perdeu-se um grande homem, que estaria muito feliz por esta distinção, que será dedicada a ele", disse Lula durante a cerimônia.

José Alencar, 79 anos, morreu às 14h41min desta terça (29) em razão de câncer e falência múltipla de órgãos, segundo informou o hospital.

Lula afirmou que o êxito de seus dois mandatos "não teria sido possível" sem a colaboração de José Alencar. "Foi o meu parceiro de todas as horas, um dos homens mais íntegros que conheci, inequecível estadista que perdemos ontem para consternação de toda a sociedade brasileira".

Cerimônia
A cerimônia teve início com a entrada solene dos doutores da Universidade de Coimbra e das autoridades políticas presentes. Lula iniciou seu discurso elencando o prestígio mundial da Universidade de Coimbra. Ele comentou sobre as universidades brasileiras e a importância da união dessas com instituições internacionais. Lula ainda falou sobre o êxito econômico do Brasil, obtido durante seu governo, e sobre o investimento em educação feito por ele.

"A educação foi o novo projeto da política de educação do Brasil. É com imensa honra que recebo o título de doutor 'honoris causa' da Universidade de Coimbra. A casa mais prestigiosa do saber de Portugal e da Europa. A Universidade de Coimbra foi referência para o meu país", disse.

O ex-presidente disse que o título "honoris causa" recebido por ele significa um reconhecimentro às causas que o Brasil tem defendido no cenário internacional. No discurso, Lula disse considerar indispensável uma nova governança global, que passa por uma mudança no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Após os discursos, iniciou-se o ritual de doutoramento de Lula, que recebeu as insígnias do título. Lula percorreu a Sala dos Capelos cumprimentando todos os doutores da Universidade de Coimbra presentes na cerimônia. Depois, seguiu para a Sala do Senado, onde assinou o Livro das Atas, que registra todos os doutores honoris causa da Universidade de Coimbra.

Participaram da cerimônia a presidente Dilma Rousseff; o presidente de Portugal, Cavaco Silva; o primeiro-ministro português, José Sócrates; e o presidente de Cabo Verde, Pedro Pires. Antes de de deixar a Universidade de Coimbra, Dilma disse que a cerimônia foi "muito bonita".

Recepção
Lula foi recebido por 18 estudantes brasileiros e três estudantes portugueses. Para a estudante brasileira Luciana Lopes, do curso de Letras, o momento foi único: "é uma oportunidade de participar de uma homenagem a uma pessoa que sempre investiu em educação, principalmente para as pessoas com vulnerabilidade econômica".

Outro estudante presente no ato de recepção, onde as capas do traje universitário foram postas no chão para que o homenageado passasse por cima delas, foi o português Nelson Fonseca, do curso de Direitos Humanos. Para o estudante, a homenagem foi merecida: "Lula foi um excelente presidente para o Brasil, foi um verdadeiro cientista social, nunca teve medo de nada. Ele merece, sem dúvida".

Protesto
Antes da cerimônia, alguns estudantes realizaram um protesto contra a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu (PA). A construção da usina é criticada por ambientalistas devido aos impactos ambientais que poderá causar.


 

Leia Também