domingo, 15 de julho de 2018

trabalho

Lula decidirá assuntos pendentes antes de sair

4 NOV 2010Por BRASÍLIA00h:34

Na primeira entrevista ao lado da presidente eleita, Dilma Rousseff, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou ontem que, antes de deixar o governo, tratará  de assuntos pendentes como a compra de aviões de caça e a indicação de um ministro para a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) que se abriu com a aposentadoria de Eros  Grau, em agosto, bem como a situação do o ativista político italiano Cesare Battisti.

Lula disse que já tem um nome para indicar para o STF, mas ele considerou prudente esperar passar a eleição para discutir a escolha com o presidente eleito. Ele vai discutir com Dilma o nome pretendido por ele antes de tomar qualquer decisão. "Quero dizer para ela justamente para ela dizer se ela quer ou não (o nome escolhido por ele) porque vai ser no mandato dela praticamente (a indicação do ministro do Supremo)", afirmou.

Em relação à escolha dos caças, Lula disse que também esperou para discutir o tema depois das eleições e, depois do descanso de Dilma, eles tratarão do assunto com o ministro da Defesa, Nelson Jobim. O governo brasileiro vai comprar 36 aviões de caça e tem três modelos em vista: da francesa Dassault, da norte-americana Boeing e da sueca Saab.

A definição sobre extraditar ou não o ativista político italiano Cesare Battisti também está na pauta de assuntos a serem resolvidos por Lula antes do dia 31 de dezembro. O presidente afirmou que espera o parecer do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, sobre o caso de Battisti e que acatará o que for recomendado por ele.

Leia Também