quinta, 19 de julho de 2018

Luís Fabiano chega hoje ao Brasil para examinar lesão

18 MAI 2010Por 07h:05
JAKSON PEREIRA

Faltando três dias para a apresentação dos jogadores brasileiros convocados para a Copa do Mundo da África do Sul, um jogador em especial está tirando o sono do técnico Dunga: Luís Fabiano.
O atacante não consegue  se recuperar completamente de uma lesão muscular na coxa esquerda e chega hoje ao País para realizar exames mais completos e ser avaliado pelos médicos da seleção brasileira.
Liberado pela diretoria do Sevilha para ser examinado no Brasil, o jogador desfalcará o time espanhol na final da Copa do Rei, amanhã, diante do Atlético de Madri.
Luís Fabiano e os outros convocados devem apresentar-se ao treinador da seleção brasileira na próxima sexta-feira, no Rio de Janeiro (RJ), de onde seguem para Curitiba (PR), para iniciar a preparação para o Mundial.
O sinal de alerta na seleção está ligado e jogadores como Ronaldinho Gaúcho, Diego Tardelli e até Paulo Henrique Ganso acompanham atentamente as notícias sobre a recuperação do atacante de olho em um lugar na Copa.
Na lista de “reservas” para o Mundial, Ronaldinho Gaúcho tem afirmado que ainda pode ser importante para a seleção. O jogador, em entrevista ao jornal italiano “Corriere dello Sport”, declarou “que nesta temporada demonstrou que ainda é um jogador ‘válido’ e que cumpriu com seu papel pensando em jogar a Copa do Mundo”, entretanto, disse que respeita a decisão de Dunga. Ronaldinho acrescentou que agora seu objetivo é estar entre os convocados para o Mundial de 2014, que será no Brasil: “nesse que quero estar”, concluiu.

Ballack
Enquanto no Brasil Luís Fabiano será submetido a exames clínicos, na Alemanha o jogador Michael Ballack, capitão da seleção daquele país, não disputará a Copa no mês que vem. Ele foi cortado ontem, por causa de uma lesão no tornozelo direito.
O jogador do Chelsea recebeu a notícia após um exame de ressonância que revelou a gravidade da lesão que ele sofreu na final da Copa da Inglaterra, em que sua equipe venceu o Portsmouth por 1 a 0, no sábado, e que vai precisar de oito semanas para voltar aos treinamentos com bola.

Leia Também