Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

'não está à venda'

Luis Alvaro diz que Ganso só sai pela multa

23 AGO 2012Por terra00h:00

O interesse do São Paulo em tirar o meia Paulo Henrique Ganso da Vila Belmiro tem agitado os bastidores do Santos nos últimos dias. O time tricolor fez uma proposta oficial à diretoria santista nesta terça-feira, mas a oferta foi considerada muito baixa pela equipe da Vila. Nesta quarta, o presidente do clube, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, garantiu que o camisa 10 alvinegro não vai para o Morumbi por um valor abaixo da multa rescisória para o mercado nacional.

"Quando assino um contrato, cumpro até o fim. O Ganso tem contrato até 2015 e será cumprido. Ele deu declarações de que quer ajudar o Santos. A hipótese de ele sair é usar a cláusula da multa rescisória, aí não tem o que fazer e ele pode jogar no São Paulo ou em qualquer clube", disse o mandatário em entrevista à Rádio Estadão/ESPN. "Mas o que eu quero que fique claro é que o Ganso não esta à venda", completou o presidente.

Dono de 45% dos direitos econômicos, o Santos tem direito a receber R$ 23,8 milhões do montante total, caso a multa rescisória de Ganso para o mercado interno, avaliada em R$ 53 milhões, seja depositada. Vale destacar que o grupo DIS, ex-parceiro do Santos e inimigo da atual direção do clube, é detentor dos 55% restantes.

Na proposta são-paulina, a equipe santista receberia R$ 10,7 milhões para ceder o meia ao rival. Os tricolores devem apresentar uma oferta maior nos próximos dias e esperam convencer a cúpula alvinegra a liberar Paulo Henrique Ganso, rumo ao Morumbi.

A possibilidade de uma troca com o São Paulo para facilitar a negociação foi praticamente descartada por Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro. "Eu não gosto de conversar sobre fatos futuros, mas se os dois jogadores forem Luis Fabiano e o Lucas, eventualmente sendo devolvido pelos europeus, eu topo já, na hora, mas não deve ser", ponderou.

O São Paulo já chegou a entendimentos com o DIS e irá pagar R$ 12,5 milhões ao investidor, caso a transação seja concluída. A direção tricolor planeja ainda oferecer um salário superior ao recebido por Ganso no Santos. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também