Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 18 de novembro de 2018

PARAGUAI

Lugo diz que “democracia paraguaia foi agredida”

22 JUN 2012Por agência brasil19h:22

O ex-presidente do Paraguai, Fernando Lugo, disse que acata a decisão do Congresso Nacional que aprovou no início da noite de hoje (22) o seu impeachment da Presidência do país. No seu pronunciamento, Lugo ressaltou que a decisão de retirá-lo do Poder representa que a democracia paraguaia foi agredida. O processo de impeachment do presidente foi aberto ontem (21) pela Câmara dos Deputados e aprovado hoje por 39 senadores.

“Estou disposto a responder com meus atos”, disse Lugo, ao fazer o pronunciamento em cadeia nacional, após a decisão dos parlamentares. Para ele, a democracia paraguaia foi desrespeitada. “Que os executores [do impeachment] saibam da gravidade de seus atos”.

Aparentando calma, Lugo criticou seus opositores, que lideraram o processo de impeachment. “Não respondo a classes políticas, ao narcotráfico, ao crime organizado. Esse cidadão [Lugo] responderá e seguirá respondendo aos chamados dos compatriotas, dos excluídos”, disse.

Fernando Lugo pediu ainda que a população manifeste sua opinião diante do resultado, porém de forma pacífica. “Aos cidadãos, que não se neguem a seu direito de manifestar sua opinião, e conclamo que as manifestações sejam pacíficas. Que o sangue dos justos não se derrame nunca mais por causa de interesses mesquinhos em nosso país”.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também