Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PARAGUAI

Lugo diz que “democracia paraguaia foi agredida”

Lugo diz que “democracia paraguaia foi agredida”
22/06/2012 19:22 - agência brasil


O ex-presidente do Paraguai, Fernando Lugo, disse que acata a decisão do Congresso Nacional que aprovou no início da noite de hoje (22) o seu impeachment da Presidência do país. No seu pronunciamento, Lugo ressaltou que a decisão de retirá-lo do Poder representa que a democracia paraguaia foi agredida. O processo de impeachment do presidente foi aberto ontem (21) pela Câmara dos Deputados e aprovado hoje por 39 senadores.

“Estou disposto a responder com meus atos”, disse Lugo, ao fazer o pronunciamento em cadeia nacional, após a decisão dos parlamentares. Para ele, a democracia paraguaia foi desrespeitada. “Que os executores [do impeachment] saibam da gravidade de seus atos”.

Aparentando calma, Lugo criticou seus opositores, que lideraram o processo de impeachment. “Não respondo a classes políticas, ao narcotráfico, ao crime organizado. Esse cidadão [Lugo] responderá e seguirá respondendo aos chamados dos compatriotas, dos excluídos”, disse.

Fernando Lugo pediu ainda que a população manifeste sua opinião diante do resultado, porém de forma pacífica. “Aos cidadãos, que não se neguem a seu direito de manifestar sua opinião, e conclamo que as manifestações sejam pacíficas. Que o sangue dos justos não se derrame nunca mais por causa de interesses mesquinhos em nosso país”.

Felpuda


Vereador de Campo Grande fez pronunciamento com forte teor preconceituoso que obviamente não agradou, principalmente as mulheres. A repercussão negativa foi grande e ele teve de ler cobras e lagartos em seu perfil nas redes sociais. Assim, correu para publicar nota de esclarecimento tentando colocar panos quentes e se comprometendo a, já na próxima sessão, solicitar a retirada de sua fala dos chamados “anais da Casa”. Também, pudera!